Geral

Petrobras irá patrocinar projeto de Campo Grande

O projeto do SEST SENAT de Campo Grande sobre os Direitos da Criança e do Adolescente (Dica) na Estrada foi selecionado pela Petrobras para receber patrocínio de R$ 200 mil, dentro do programa Desenvolvimento e Cidadania da estatal. O projeto terá 16 meses de execução e vai envolver instituições que desenvolvem trabalhos de apoio e […]

Arquivo Publicado em 21/12/2010, às 13h27

None

O projeto do SEST SENAT de Campo Grande sobre os Direitos da Criança e do Adolescente (Dica) na Estrada foi selecionado pela Petrobras para receber patrocínio de R$ 200 mil, dentro do programa Desenvolvimento e Cidadania da estatal.

O projeto terá 16 meses de execução e vai envolver instituições que desenvolvem trabalhos de apoio e combate à exploração sexual infanto-juvenil, ou na promoção dos direitos da criança e do adolescente.

Indicada pelo Conselho Estadual da Criança e do Adolescente (Cedca) ao lado de outros quatro projetos, a proposta prevê ações de orientação e conscientização sobre os direitos da criança e do adolescente, e de combate à exploração sexual infanto-juvenil em 39 municípios de Mato Grosso do Sul em 2011.

O convênio de financiamento foi assinado no ultimo dia 14 de dezembro pelo governador André Puccinelli; por Tânia Mara Garib, secretária de Trabalho e Assistência Social; pela diretora de unidade de Campo Grande, Andréia Castanheira; pela vice-presidente do Cedca, Marlene Espósito; e pelo assessor de Comunicação da Petrobras Bruno Brunheroto.

Capacitação

Os recursos liberados pela Petrobras serão usados pelo SEST SENAT na formação de Agentes de Transformação Social (ATS), nos 39 municípios definidos pelo projeto. Esses profissionais serão indicados pelas prefeituras ou pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do município, e ficarão responsáveis pela disseminação das informações a mais de 3.900 pessoas.

A atuação dos agentes será orientada para grupos locais, a fim de disseminar a cultura de garantia dos direitos das crianças e adolescentes, incentivar denúncias dos cidadãos e promover o combate efetivo e crescente à violência sexual contra menores. Está prevista ainda uma campanha de conscientização na mídia para o combate à exploração de crianças e adolescentes, com o objetivo de atingir mais de 20.000 pessoas.

Jornal Midiamax