Geral

Petrobras capta este ano US$ 16 bihões no país e no exterior

A Petrobras vai fechar o ano com um total de US$ 15 bilhões a US$ 16 bilhões em recursos captados em diversas operações com instituições e bancos nacionais e internacionais. “Nós completamos o que tínhamos previsto para o ano”, disse o diretor da área financeira da estatal, Almir Barbassa. Segundo ele, no ano que vem […]

Arquivo Publicado em 14/12/2010, às 00h12

None

A Petrobras vai fechar o ano com um total de US$ 15 bilhões a US$ 16 bilhões em recursos captados em diversas operações com instituições e bancos nacionais e internacionais. “Nós completamos o que tínhamos previsto para o ano”, disse o diretor da área financeira da estatal, Almir Barbassa.


Segundo ele, no ano que vem a companhia vai precisar captar novamente no exterior, o que ocorrerá nos próximos quatro anos, de acordo com o que prevê o plano de negócios. “Nós precisamos captar para fazer a amortização da dívida que vai vencer nesse período e também de dinheiro novo que a empresa precisa para financiar o seu plano de investimentos”. destacou que o melhor momento para se efetuar uma captação é justamente aquele em que não se precisa de dinheiro, “senão o risco aumenta e o emprestador fica mais preocupado”.


Segundo o diretor, o dinheiro que a Petrobras tem em caixa, somado ao que vai ser gerado pelas operações da companhia, vai ser suficiente para bancar os investimentos em 2011. Como se trata, porém, de um programa de investimentos de longo prazo, a Petrobras faz antecipação de captação, explicou. Embora ainda não esteja definido, ele estimou que o valor do investimento deverá ficar na média do plano, em torno de US$ 45 bilhões.


Barbassa reiterou que a Petrobras não necessita captar recursos em 2011. A empresa vai acessar o mercado, buscando otimizar prazos e custo. O diretor financeiro da Petrobras recebeu hoje (13) o troféu O Equilibrista do Ano, conferido ao melhor executivo de 2010 pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Rio de Janeiro.

Jornal Midiamax