Geral

Pesquisa mostra que consumo dos campo-grandeses aumentou neste mês

A pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias, elaborada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio), aponta que 36,3% das famílias campo-grandenses elevaram as compras em relação a 2009 e neste mês de outubro a perspectiva de consumo aumentou em 5,8% comparada a setembro. Para o presidente da Fecomércio MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços […]

Arquivo Publicado em 22/10/2010, às 12h33

None

A pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias, elaborada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio), aponta que 36,3% das famílias campo-grandenses elevaram as compras em relação a 2009 e neste mês de outubro a perspectiva de consumo aumentou em 5,8% comparada a setembro. Para o presidente da Fecomércio MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de MS), Edison Araújo, “é o fim de ano se aproximando. Isso mostra que as pessoas já estão pensando nas compras para o Natal”.

Embora a intenção atual de consumo tenha diminuído 2,9%, as perspectivas próximas são favoráveis, conforme indica a pesquisa. A redução da intenção de consumo ocorreu entre as famílias com faixa de renda de até 10 salários mínimos (-3,3%), já entre as que estão acima desta faixa houve salto de 1,8% na intenção de consumo em relação a setembro.

Quando perguntados quanto à perspectiva de consumo para os próximos meses, 46,7% das famílias disseram acreditar que irá aumentar, 9% acham que será menor e 43,3% acreditam que será igual. Outros 1% não sabem ou não responderam.

A pesquisa revelou, ainda, que 64,9% acham que a situação da renda familiar está melhor que no mesmo período do ano passado e que, dos responsáveis por domicílios, 70,7% esperam melhorias profissionais para os próximos seis meses.

Edison Araújo explica que a melhoria da renda provocou forte migração das classes D e E para a C e o acesso ao crédito também tem contribuído para o bom desempenho do comércio.

Jornal Midiamax