Geral

Pesquisa avalia 25% das rodovias do Brasil como ruins e péssimas

Uma pesquisa feita pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) entre os dias 3 de maio e 8 de junho deste ano classifica 25,4% das rodovias brasileiras como ruins e péssimas. Técnicos do órgão avaliaram as condições de conservação do pavimento e a sinalização de 90.945 km, que incluem toda a rede federal pavimentada e a […]

Arquivo Publicado em 15/09/2010, às 01h44

None

Uma pesquisa feita pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) entre os dias 3 de maio e 8 de junho deste ano classifica 25,4% das rodovias brasileiras como ruins e péssimas. Técnicos do órgão avaliaram as condições de conservação do pavimento e a sinalização de 90.945 km, que incluem toda a rede federal pavimentada e a malha das principais rodovias estaduais.


De acordo com a CNT, 17,4% foram avaliadas como ruins e 8%, como péssimas. O número cresceu na comparação com a pesquisa de 2009, que apontou os índices de 16,9% e 7,1%, respectivamente. Naquele ano, foram analisados 89.552 km.


Os dados de 2010 mostraram que 14,7% das rodovias foram classificadas como ótimas, 26,5% como boas e 33,4% como regulares. Segundo a CNT, os números representam uma “melhoria significativa na condição das rodovias brasileiras”. Para o órgão, a melhoria é reflexo de um maior investimento em obras de infraestrutura.


Em 2009, o percentual de rodovias ótimas foi de 13,5% e de boas, de 17,5%. As regulares somaram 45%.

Jornal Midiamax