Geral

Pedreiro, que morreu ao cair do telhado, não usava equipamento de segurança

O pedreiro Mauro Vilasboas, 48, caiu de um telhado de cerca de três metros de altura no final da tarde de hoje, no Jardim Imperial, em Campo Grande. A vítima não usava nenhum tipo de equipamento de segurança e trabalhava na reconstrução do telhado de uma residência. Vilasboas trabalhava consertando a calha da casa, na […]

Arquivo Publicado em 29/03/2010, às 21h29

None

O pedreiro Mauro Vilasboas, 48, caiu de um telhado de cerca de três metros de altura no final da tarde de hoje, no Jardim Imperial, em Campo Grande. A vítima não usava nenhum tipo de equipamento de segurança e trabalhava na reconstrução do telhado de uma residência.

Vilasboas trabalhava consertando a calha da casa, na Rua Nacional. A vítima caiu de cabeça no chão no momento em que pegava o balde de cimento.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender a vítima do acidente, porém o pedreiro teve traumatismo craniano e morreu no local.

De acordo com moradores da residência, Vilasboas trabalhava na obra há aproximadamente 15 dias. Ainda de acordo com testemunhas, ele é de São Paulo, separado da esposa e filhos e na Capital, morava na região e era conhecido como “baixinho”.

Jornal Midiamax