Geral

“Parada de Ônibus” no centro de Dourados atrapalha o trânsito e gera reclamações

O trânsito na área de central de Dourados está ficando cada dia mais congestionado pelo grande número de veículos em circulação. O ponto mais crítico fica na Rua Hayel Bom Faker, entre as ruas Onofre Pereira de Matos e Antonio Emília de Figueiredo, onde há várias décadas tem uma parada de ônibus. No local, funciona […]

Arquivo Publicado em 29/10/2010, às 14h03

None

O trânsito na área de central de Dourados está ficando cada dia mais congestionado pelo grande número de veículos em circulação. O ponto mais crítico fica na Rua Hayel Bom Faker, entre as ruas Onofre Pereira de Matos e Antonio Emília de Figueiredo, onde há várias décadas tem uma parada de ônibus.

No local, funciona uma espécie de mini terminal rodoviário onde estacionam os ônibus da empresa Expresso Queiroz com linhas para Campo Grande, Ponta Porã e Naviraí.

Os veículos param para pegar as encomendas e para a entrada de novos passageiros e acabam prejudicando o fluxo de veículos, o que gerou várias reclamações.

O auxiliar de escritório, Estevão Chimenez de Ávila, disse que é praticamente impossível passar de carro quando os ônibus estão estacionados. Em alguns horários, além dos dois ônibus do Expresso Queiroz, também estacionam no “ponto” uma van de transporte alternativo.

O gerente de uma empresa, que fica próximo ao local, reclamou dos transtornos que a “parada de ônibus” causa para os comerciantes da região. Segundo ele, o assunto será levado ao conhecimento do Ministério Público para que a Prefeitura resolva a situação.

O motorista de caminhão Gerson Caminha dos Santos também reclamou dos ônibus uma vez que a Rua Hayel Bom Faker é a única via os veículos de cargo que vêm de Maracaju podem trafegar até alcançar a BR 163 com destino ao sul do Estado.

Segundo Gerson, enquanto a Perimetral Norte não for concluída a situação vai perdurar. Uma saída emergencial, conforme o motorista seria acabar com o ponto de ônibus.

O gerente administrativo do Expresso Queiróz em Campo Grande, Alexandre Queiróz afirmou que a empresa já elaborou um projeto para acabar definitivamente com o problema. Segundo ele, até o final de 2011, os ônibus entrarão na garagem da empresa onde os passageiros terão um espaço confortável e os veículos deixarão de atrapalhar o transito.

DIAGNÓSTICO DO TRÂNSITO

O secretário de Comunicação da Prefeitura de Dourados, Clóvis de Oliveira, afirmou que a prefeita Délia Razuk (PMDB) já determinou a realização de um diagnóstico geral sobre o trânsito da cidade.

“Na próxima semana, técnicos do DETRAN estarão na cidade para começar a elaborar um documento que apontará o que precisa ser feito para melhor o transito”, disse Clóvis ao acrescentar que “a Prefeitura já está fazendo estudos pontuais” para amenizar alguns problemas reclamados pelos motoristas.

O secretário disse que um dos locais em estudo é o da região do Shopping Avenida Center, onde dentro de algumas semanas será inaugurado um grande supermercado.

“Com a ajuda da empresa a Prefeitura já está fazendo mudanças para facilitar o tráfego de veículos”, disse Oliveira que se comprometeu a fazer um estudo da situação da Rua Hayel Bom Faker nos próximos dias para atender as reivindicações dos comerciantes daquela região.

Jornal Midiamax