Geral

Para Azambuja, comportamento de Zezinho é para expulsão

O presidente regional do PSDB, deputado estadual Reinaldo Azambuja disse hoje que o comportamento do vereador de Dourados, Zezinho da Farmácia, flagrado em vídeo recebendo propina é caso para expulsão. Ele está entre os nove vereadores do município que foram presos pela Polícia Federal na Operação Uragano (furacão em italiano). Reinaldo Azambuja contou que o […]

Arquivo Publicado em 08/09/2010, às 15h33

None

O presidente regional do PSDB, deputado estadual Reinaldo Azambuja disse hoje que o comportamento do vereador de Dourados, Zezinho da Farmácia, flagrado em vídeo recebendo propina é caso para expulsão. Ele está entre os nove vereadores do município que foram presos pela Polícia Federal na Operação Uragano (furacão em italiano).


Reinaldo Azambuja contou que o Conselho de Ética do Diretório do PSDB de Dourados se reúne amanhã para discutir o assunto. Provavelmente será aberto o processo interno. O tucano acredita que será pedido o afastamento ou a expulsão do vereador que terá chance de se defender durante o processo.


O presidente do partido disse ter assistido às imagens nas quais Zezinho aparece recebendo R$ 10 mil em propina e, em seguida, comemorando a quantia que ele esconde na camisa.


Além dos nove vereadores, a Operação Uragano prendeu ainda o prefeito de Dourados Ari Artuzi (PDT) que está detido na 3ª Delegacia de Polícia, no Carandá Bosque, em Campo Grande, o vice-prefeito Carlinhos Cantos (PR), o procurador geral do município, Alziro Moreno e a primeira-dama, Maria Artuzi. Ao todo foram presas 28 pessoas, entre as quais secretários e representantes de empresas que supostamente pagavam propina a Artuzi considerado pela Polícia como chefe do esquema de corrupção.

Jornal Midiamax