Geral

Padre acusado de abusar de quatro jovens diz ser inocente

O padre José Afonso Dé, 74, vigário da igreja São Vicente de Paulo, em Franca (400 km de São Paulo, acusado de pedofilia, afirmou ontem (26) ser inocente. Em nota, ele disse que desconhece o que tenha motivado as acusações e que se dirige às pessoas com “amor sacerdotal e carinho missionário”. “A todos abraço […]

Arquivo Publicado em 27/03/2010, às 14h00

None

O padre José Afonso Dé, 74, vigário da igreja São Vicente de Paulo, em Franca (400 km de São Paulo, acusado de pedofilia, afirmou ontem (26) ser inocente. Em nota, ele disse que desconhece o que tenha motivado as acusações e que se dirige às pessoas com “amor sacerdotal e carinho missionário”. “A todos abraço e afago como se meus filhos fossem.”


Uma denúncia anônima acusa o padre de ter abusado de quatro jovens, com idades de 13 a 16 anos. Em depoimento à polícia, os adolescentes disseram que o padre acariciava suas partes íntimas –eles negam que tenha ocorrido relação sexual.


O religioso disse que aguarda a decisão da Justiça e, depois, o pronunciamento da Igreja. De acordo com a Diocese de Franca, o vigário ficará afastado durante a apuração do caso, que é investigado pela Polícia Civil.

Jornal Midiamax