Geral

Mutirão contra dengue acha crânio humano no Porto Geral

Pedaço de um crânio humano foi encontrado no Porto Geral de Corumbá na tarde desta terça-feira, 19 de outubro. Foi durante a mega-ação de combate à dengue, realizada por equipes da Secretaria de Saúde do município. A ossada foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil, após ser periciada pela equipe técnica do 1º Distrito […]

Arquivo Publicado em 20/10/2010, às 13h04

None

Pedaço de um crânio humano foi encontrado no Porto Geral de Corumbá na tarde desta terça-feira, 19 de outubro. Foi durante a mega-ação de combate à dengue, realizada por equipes da Secretaria de Saúde do município. A ossada foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil, após ser periciada pela equipe técnica do 1º Distrito Policial.


O delegado Enilton Zalla informou a este Diário que, na verdade, foi encontrado um pedaço da parte superior do crânio. “É o que chamam de calota do crânio”, afirmou. Segundo ele, foi na beira do rio Paraguai, nas proximidades de um posto de combustíveis.


A ossada estava presa a um camalote – vegetação aquática flutuante – e quando os agentes de saúde puxaram a planta, o pedaço de crânio veio junto. Inicialmente, a equipe do mutirão pensou que se tratava de uma cabaça – espécie de vaso com tampa.


De acordo com o delegado de Polícia a ossada será encaminhada para um trabalho de perícia mais detalhado na expectativa de conseguir a identificação. Tarefa que não é muito simples. “Tem de pegar os componentes do DNA de possíveis desaparecidos com o da ossada achada”, explicou Zalla.


 O mutirão


A mega-ação contra dengue começou no dia 05 de outubro pela região central da cidade, com visita a 40 imóveis fechados ou desocupados, além de terrenos baldios, para eliminação de focos da doença. O trabalho é semelhante ao desenvolvido a partir do final do ano passado e no primeiro semestre de 2010 para evitar que a região volte a sofrer uma epidemia de dengue, a exemplo do que ocorreu em 2009. O mutirão de limpeza conta com participação da Vigilância Sanitária, responsável pela abertura dos imóveis e autuação dos proprietários. Fonte: Diário Corumbaense (www.diarionline.com.br).

Jornal Midiamax