Geral

Mulher é encontrada morta em lavoura de soja em Itaporã

K. V. S., de 28 anos, foi encontrada morta em uma lavoura de soja em um sítio de Itaporã localizado às margens da rodovia que liga aquela cidade ao distrito de Itahum, em Dourados. Nesse sítio existe um pesqueiro onde a vítima trabalhava. Ela era separada e deixou cinco filhos. Foram os próprios filhos que […]

Arquivo Publicado em 22/12/2010, às 22h24

None

K. V. S., de 28 anos, foi encontrada morta em uma lavoura de soja em um sítio de Itaporã localizado às margens da rodovia que liga aquela cidade ao distrito de Itahum, em Dourados. Nesse sítio existe um pesqueiro onde a vítima trabalhava.


Ela era separada e deixou cinco filhos. Foram os próprios filhos que sentiram a ausência dela na manhã da última quarta-feira (15) e comunicaram o tio que trabalha no sítio. Havia manchas de sangue na varanda da casa.


Durante toda a manhã eles procuraram por ela e por volta das 12h foram encontrar o corpo em meio a plantação, a 50 metros da casa. Ela estava seminua, apenas com a camiseta e o short estava em sua cabeça.


Ela foi agredida a pauladas e por um objeto pontiagudo que a polícia acredita que seja uma barra de ferro. O short, segundo a perícia, poderia ter sido usado para asfixiá-la.


A polícia trabalha com a hipótese de que o autor seja uma pessoa conhecida dela, pois, os filhos disseram que ela foi dormir com eles na noite anterior e não a viram sair.


A polícia acredita também que ela tenha sido estuprada, mas apenas os laudos vão confirmar isso. Já existem dois suspeitos cujos nomes estão sendo preservados pelos investigadores.

Jornal Midiamax