Geral

MP denuncia 10 PMs por matar jovem e colocar fotos na web

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, denunciou nesta terça-feira dez policiais militares que participaram de uma abordagem na Vila das Torres, em Curitiba, em outubro de 2008. A ação terminou com a morte de um jovem. Os policiais foram denunciados por homicídio e fraude processual. […]

Arquivo Publicado em 22/09/2010, às 00h03

None

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, denunciou nesta terça-feira dez policiais militares que participaram de uma abordagem na Vila das Torres, em Curitiba, em outubro de 2008. A ação terminou com a morte de um jovem. Os policiais foram denunciados por homicídio e fraude processual. Um dos envolvidos também foi denunciado por vilipêndio de cadáver. Ele tirou várias fotos do corpo em posições ultrajantes e divulgou as imagens pela internet.


Segundo o Ministério Público, quatro policiais invadiram uma residência e forçaram a saída do jovem do local. Outros dois policiais efetuaram os disparos contra o jovem. Outros policiais chegaram após os tiros e tentaram fraudar provas ao colocar armas e drogas na casa da vítima. Segundo a denúncia, os PMs entraram já determinados a executar o rapaz.


De acordo com a denúncia, o jovem havia passado por outra abordagem policial dias antes e foi ameaçado de morte. Na época, os policiais envolvidos no caso afirmaram que o rapaz teria ligação com traficantes de drogas. Eles afirmaram que a vítima havia reagido à abordagem e disparado cinco tiros. O Gaeco divulgou que os acusados apresentaram versões diferentes e contraditórias do fato ao longo da investigação. Os laudos periciais desmentiram a versão dos policiais.


O Ministéio Público não divulgou o nome dos dez PMs envolvidos no caso.

Jornal Midiamax