Geral

Morre Goinha, fundador da primeira escola de samba de Campo Grande

Ele fundou a primeira escola em Campo Grande ainda no início da década de 1960; Goinha morreu aos 78 anos de idade

Arquivo Publicado em 17/09/2010, às 15h15

None

Ele fundou a primeira escola em Campo Grande ainda no início da década de 1960; Goinha morreu aos 78 anos de idade

Emoção e saudades marcaram a despedida ao sambista Gregório Corrêa nesta sexta-feira (17) em Campo Grande. Mestre Goinha, como era conhecido, morreu aos 78 anos em consequência de um edema pulmonar e de insuficiência renal.


Goinha morava no bairro Estrela do Sul e foi o fundador da primeira escola de samba da cidade em 1964, a “Acadêmicos do Samba”. Ele também foi o primeiro presidente da Liga das Escolas de Samba de Campo Grande. Como restaurador, trabalhou no museu José Antônio Pereira na década de 1980.


A filha do sambista, Jacqueline Corrêa, conta que o pai estava finalizando o segundo livro de memórias. O primeiro, intitulado “O sonho de um pantaneiro feliz”, foi publicado em setembro de 2008.


Por ocasião do Dia do Samba (2 de dezembro), Goinha foi homenageado em 2009 pela sua trajetória de vida dedicada ao samba em Campo Grande. Já pelo Dia da Consciência Negra (20 de novembro), o sambista foi agraciado pela Medalha do Mérito Legislativo Zumbi dos Palmares, concedida pela Assembleia Legislativa no ano passado. Gregório Corrêa deixa a esposa e oito filhos.

Jornal Midiamax