Geral

Mina explode e vinte operários morrem soterrados na China

Uma explosão em mina de carvão na província de Henan, região central da China, causou neste sábado (16) a morte de pelo menos 20 operários de um grupo de 276 mineiros que se dedicavam à extração do mineral. A informação é da agência nacional de segurança do trabalho. O carvão gera 70% da energia consumida […]

Arquivo Publicado em 16/10/2010, às 20h48

None

Uma explosão em mina de carvão na província de Henan, região central da China, causou neste sábado (16) a morte de pelo menos 20 operários de um grupo de 276 mineiros que se dedicavam à extração do mineral. A informação é da agência nacional de segurança do trabalho.


O carvão gera 70% da energia consumida pela China. O acidente ocorre em um momento em que as minas deste país, sob forte pressão para aumentar a produtividade, são consideradas as mais perigosas do mundo.

Depois do acidente, 239 mineiros conseguiram regressar à superfície, tendo sido encontrados alguns corpos, enquanto 17 pessoas permaneciam desaparecidas, informou a agência em seu portal da internet.

Na quarta-feira, quando foram resgatados 33 mineiros que ficaram debaixo da terra no Chile por 69 dias, internautas chineses haviam criticado a falta de segurança das minas de seu país.


As pessoas que nascem no Chile têm sorte… se soubessem o que acontece aqui! São sepultados os vivos e os mortos”, disse um usuário da internet no popular portal web sohu.com.

“A operação de resgate no Chile humilhou a China. Pensem nisso: quantos trabalhadores chineses morreram em desastres nas minas?”, comentou outro.


As minas chinesas são consideradas as mais perigosas do mundo. Ano passado, 2.631 pessoas morreram nelas.

Segundo observadores independentes, o número real de mortos no país pode ser muito maior, já que muitos incidentes não são divulgados.

Além da exigência de produtividade, a ineficiência e a corrupção imperam no setor, principalmente nas minas de carvão.

Todos os anos, o governo vem destinando 200 milhões de euros a título de subvenção para as minas que utilizam melhores tecnologias para captar metano, segundo o Instituto Chinês de Informação sobre o carvão.

Jornal Midiamax