Geral

Médico denuncia caos em hospital de Nova Andradina

Na noite desta segunda-feira, dia 13, o caos tomou conta do Hospital Santa Helena, em Nova Andradina. Diversas pessoas se aglomeravam em frente ao hospital, bem como na recepção e nos corredores internos.

Arquivo Publicado em 14/09/2010, às 10h12

None

Na noite desta segunda-feira, dia 13, o caos tomou conta do Hospital Santa Helena, em Nova Andradina. Diversas pessoas se aglomeravam em frente ao hospital, bem como na recepção e nos corredores internos.

Na noite desta segunda-feira, dia 13, o caos tomou conta do Hospital Santa Helena, em Nova Andradina. Diversas pessoas se aglomeravam em frente ao hospital, bem como na recepção e nos corredores internos.


Apenas um médico fazia o atendimento de todos os pacientes, o que gerava demora de horas para que os eles fossem consultados. Conforme o médico Dr. Eduardo Munhoz, que juntamente com sua equipe fazia o plantão no local, a situação é insuportável já ha muito tempo. A reportagem esteve no Hospital Santa Helena por volta das 22h00 e pode perceber o grande número de pessoas revoltadas com que eles chamam de descaso.


“Cheguei aqui à tarde, agora já passa das dez da noite e estou sem previsão de atendimento”, disse uma mulher que estava na frente do hospital.


Uma outra senhora que já estava no interior da unidade disse à nossa reportagem que levou seu filho até o hospital porque ele que estava com muita dificuldade para respirar, sendo que, ela teria chegado ao local por volta das 18h30 e recebido atendimento faltando apenas alguns minutos para a chegada das 22h00. “A secretaria de saúde está muito ‘barrela’, onde já se viu um hospital desses só com um médico? Idosos lá fora esperando por várias horas, mães com crianças de colo sem nenhuma prioridade. Lá na secretaria de saúde até requisição de exame a gente não consegue se não pressionar o secretario. Isso já me aconteceu várias vezes”, relatou a mãe com uma criança de menos de um ano nos braços, recebendo inalação. A equipe constatou o esforço de enfermeiras prestando os primeiros atendimentos a pacientes que estavam na recepção do hospital, uma vez que, no interior do mesmo a situação estava precária.


O médico Dr. Eduardo lamentou o que ele chama de abandono por parte da secretaria municipal de saúde. “O sistema de saúde de Nova Andradina está doente. Desde a gestão do antigo secretario de saúde nós reivindicamos dois plantonistas, agora foi feita novamente a reivindicação ao novo secretário é até o momento nada foi feito. Estamos contando com a ajuda do Dr. Modesto que ao lado do Dr. Guimarães tem feito um valioso trabalho neste hospital durante o dia, porém à noite o caos toma conta desse lugar. Toda noite é assim, pessoas amontoadas em frente ao hospital, corredores lotados e apenas um plantonista para atender a mais de 60 pacientes, isso só durante a noite, sendo que por dia são mais de 120 atendimentos. Estamos atendendo em regime de urgência, dependendo do caso, infelizmente, a pessoa volta pra casa sem receber orientação médica, para que um paciente mais grave possa entrar no seu lugar”, desabafou o médico.


“Nós já recebemos inclusive uma intimação do CRM – Conselho Regional de Medicina dizendo que devem ser colocados mais dois médicos aqui, mas até agora nada”.


 Dr. Eduardo ainda disse que a alegação da secretaria de saúde é que não existem médicos disponíveis, porém “médico é igual peixe. Se a isca for atrativa ele vem, para contratar novos médicos basta oferecer um salário decente que eles se dispõem a trabalhar”, disse ele.


Finalizando, o médico disse que só está no hospital em consideração e respeito ao Dr. Guimarães e Dona Dalva, porque se não fosse isso ele já teria abandonado o Santa Helena. .

Jornal Midiamax