Geral

Mano diz que Ronaldinho Gaúcho será referência na seleção

O técnico Mano Menezes afirmou nesta sexta-feira após revelar a lista de convocados para o amistoso da seleção brasileira contra a Argentina que Ronaldinho Gaúcho mereceu ser convocado por viver uma boa fase no Milan. Além disso, ele crê que o jogador será uma boa referência para a equipe no jogo, marcado para o dia […]

Arquivo Publicado em 29/10/2010, às 13h56

None

O técnico Mano Menezes afirmou nesta sexta-feira após revelar a lista de convocados para o amistoso da seleção brasileira contra a Argentina que Ronaldinho Gaúcho mereceu ser convocado por viver uma boa fase no Milan. Além disso, ele crê que o jogador será uma boa referência para a equipe no jogo, marcado para o dia 17 de novembro.




“A gente avalia e entende que para esse momento podíamos pensar novamente nele, um jogador que vem com bom rendimento, de referência, que vai agregar valor à seleção brasileira para um setor que a gente ainda precisa evoluir. Acredito que pode acrescentar valor na armação”, afirmou Mano Menezes.



A última vez que Ronaldinho Gaúcho tinha sido convocado para a seleção foi para o jogo contra o Peru, no dia 1º de abril de 2009, pelas Eliminatórias da Copa de 2010. Na ocasião, ainda sob o comando do técnico Dunga, ele ficou no banco de reservas e entrou em campo apenas no segundo tempo, no lugar de Elano.



Mano Menezes descartou colocar o jogo contra a Argentina como um teste para continuidade de Ronaldinho Gaúcho na seleção brasileira. “Eu não acho justo pegar uma partida para avaliar jogador nenhum e estabelecer como mais importante do que para os outros. Não posso chamar para um jogo difícil e querer que resolva todos os problemas. Mas vamos exigir algo dele porque ele é jogador de referencia e acima da média”, disse.



O treinador reconheceu, porém, que Ronaldinho Gaúcho será cobrado para repetir na seleção brasileira o desempenho que o fez ser eleito o melhor jogador do mundo em 2004 e 2005. “Disse que ele vai ser comparado com ele mesmo. E o Ronaldinho que nós queremos é o que foi eleito o melhor do mundo”, comentou.



Mano Menezes, que voltou a convocar Neymar, tratou de minimizar as polêmicas que deixaram o atacante santista fora da convocação. “As coisas começaram a se encaminhar como devem ser. Também não vamos passar do ponto para não deixar de valorizar o futebol que ele joga, que é o principal. So nos preocupamos porque ele merece, na medida certa vamos interferir quando da relação próxima na seleção”, analisou.



O treinador justificou a convocação de Douglas com a boa fase do meia gremista e as características do amistoso contra a Argentina. “É um jogador que conheço muito bem, trabalhei no Corinthians. É um meia que reúne características de armação, posse, controle do jogo. Um jogador mais forte para um jogo que será mais forte no contato de marcação, vem produzindo bem no Grêmio”, disse.

Jornal Midiamax