Geral

Mais dois brasileiros são identificados em chacina no México

A Polícia Federal confirmou na tarde desta quarta-feira (22) que dois jovens do Pará foram identificados entre os mortos de chacina ocorrida no México, em agosto. Outros dois brasileiros assassinados na mesma chacina já haviam sido identificados. A Polícia Federal não descarta que haja mais vítimas brasileiras. Segundo a PF, a identidade dos dois brasileiros […]

Arquivo Publicado em 22/09/2010, às 23h38

None

A Polícia Federal confirmou na tarde desta quarta-feira (22) que dois jovens do Pará foram identificados entre os mortos de chacina ocorrida no México, em agosto. Outros dois brasileiros assassinados na mesma chacina já haviam sido identificados. A Polícia Federal não descarta que haja mais vítimas brasileiras.


Segundo a PF, a identidade dos dois brasileiros recém-identificados está sendo mantida em sigilo a pedido das famílias. O Itamaraty informou que ainda não está definido o dia do transporte dos corpos para o Brasil, que terá as despesas pagas pelo governo mexicano.


Ainda de acordo com a PF, a identificação dos dois brasileiros foi feita por três policiais, que foram para o México no último domingo (19). Dois peritos e um papiloscopista (especialista em impressões digitais) concluíram os trabalhos de identificação nesta terça-feira (21).


No dia 25 de agosto, o governo do México anunciou a descoberta de 72 corpos de pessoas mortas a tiros em uma fazenda na região de Tamaulipas, que faz fronteira com o estado norte-americano do Texas.


Dois brasileiros – Juliard Aires Fernandes, de 20 anos, e Hermínio Cardoso dos Santos, de 24 anos – foram identificados entre os mortos. Os dois eram amigos e moravam em Minas Gerais.


O crime foi o maior decorrente de disputas entre os cartéis de narcotraficantes Golfo e Zetas desde a posse do presidente Felipe Calderón, em 2006, segundo o governo mexicano.


O Itamaraty pede que familiares de brasileiros que tenham ido para o norte do México nas datas próximas à do massacre, em meados de agosto, e não tenham feito contato, notifiquem o Núcleo de Assistência a Brasileiros do Ministério das Relações Exteriores por meio dos telefones (61) 3411-8804, 3411-8805 ou 3411-8818 ou ainda pelo e-mail [email protected].

Jornal Midiamax