Geral

Lula diz que greve no setor aéreo é ‘irresponsabilidade’

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou na noite desta quarta-feira (22) a possibilidade de os funcionários do setor aéreo entrarem em greve na manhã de quinta-feira. Lula fez o comentário após participar, em Brasília, da cerimônia de sanção da lei que cria o Regime de Partilha dopré-sal e Fundo Social do pré-sal. “Acho […]

Arquivo Publicado em 22/12/2010, às 21h31

None

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou na noite desta quarta-feira (22) a possibilidade de os funcionários do setor aéreo entrarem em greve na manhã de quinta-feira. Lula fez o comentário após participar, em Brasília, da cerimônia de sanção da lei que cria o Regime de Partilha do
pré-sal e Fundo Social do pré-sal.


“Acho que os empresários podem flexibilizar um pouco, que os empregados podem flexibilizar um pouco. O que não pode é qualquer atitude de irresponsabilidade que leve o povo brasileiro sofrer”, disse.  Lula afirmou que, na quinta-feira (23), vai se reunir com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, para debater o tema.


Depois de condenar a ameaça de greve às vésperas do natal, o presidente defendeu o direito de greve, mas disse que espera maturidade de empresários e trabalhadores do setor aéreo. Segundo Lula, a negociação poderia ter sido feita antes das festas de fim de ano.

“Todo mundo sabe que eu passei minha vida inteira brigando pela liberdade de negociação e pelos direitos dos trabalhadores, o que não pode é nem os empresários, nem os trabalhadores terem qualquer atitude de irresponsabilidade. Eu espero e estou convencido que deva haver maturidade entre trabalhadores e empresários para que o povo não seja vítima da insensatez”, afirmou Lula.


Nesta tarde, a presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Solange Vieira, afirmou que os passageiros que viajarão nos próximos dias deverão se informar antes de sair de casa. “Os passageiros devem se informar se há um movimento de greve significativo e se os voos estão sendo impedidos”, declarou. Pela manhã, Jobim se reuniu com representantes de empresas aéreas, da Anac e Infraero.

Jornal Midiamax