Geral

Idosos protestam na prefeitura de Coxim

Sem transporte, sem alimentação e até mesmo sem material de limpeza, cerca de 15 idosos seguiram para a prefeitura de Coxim, na manhã desta terça-feira (26). Os integrantes dos Centros de Convivência reivindicavam melhorias. Freqüentadora do local há 10 anos, Maria Helena Chiquitini Marin, de 63 anos, informou que desde que a prefeitura fechou o […]

Arquivo Publicado em 26/10/2010, às 14h14

None

Sem transporte, sem alimentação e até mesmo sem material de limpeza, cerca de 15 idosos seguiram para a prefeitura de Coxim, na manhã desta terça-feira (26). Os integrantes dos Centros de Convivência reivindicavam melhorias.

Freqüentadora do local há 10 anos, Maria Helena Chiquitini Marin, de 63 anos, informou que desde que a prefeitura fechou o Centro de Convivência Ofélia Romano Bacha, na Vila São Paulo, os idosos estão freqüentando o Centro de Convivência Real Idade, no Senhor Divino.

Entretanto, tem uma semana que o ônibus não busca os idosos nos pontos. “Estamos reivindicando o que é nosso por direito. Sabemos que vem verba dos governos federal e estadual para atender os idosos”, citou Maria Helena.

Para Luís Demamann, de 68 anos, o maior problema é a sujeira que está o Centro de Convivência, “na verdade está parecendo um chiqueiro”, completou. Demamann participa do Centro de Convivência há 7 anos e afirma nunca ter visto tamanho descaso por parte da prefeitura.

“Falta todo tipo de material de limpeza, nem papel higiênico nos banheiros não tem. A piscina está verde, virou um verdadeiro criadouro do mosquito da dengue”, frisou o idoso.

Já Ernades Miranda da Silva, de 65 anos, pior do que a falta de transporte e de material de limpeza e a falta de alimentação. “A dispensa está vazia, quando chegamos lá fomos informados que não teria almoço”, enfatizou Silva, que freqüenta o Centro de Convivência há 3 anos.

Os idosos que conversaram com a prefeita Dinalva Mourão (PMDB) e com as secretárias Luzia Louzada (Assistência Social) e Raquel Singh (Educação) estavam revoltados. Aproveitaram a oportunidade para reivindicar atividades, como artesanatos, festas, passeios, entre outros benefícios que lhes foram tiradas.

A opinião é unânime entre os idosos: “uma administração nunca foi tão ruim para a categoria como a de Dinalva Mourão”. Eles se queixam até da ausência da prefeita e da secretária. Durante a reunião, alguns idosos afirmaram que nem conheciam a secretária de Assistência Social e que a prefeita foi lá uma ou duas vezes para tirar fotos.

Dinalva, Luzia e Raquel prometeram solucionar todos os problemas e marcaram uma nova reunião com os idosos no próximo dia 04, no Centro de Convivência Real Idade.

Jornal Midiamax