Geral

Idosa morre após receber alta e família acredita em negligência

Familiares de Zita Pickius, de 67 anos, que morreu no sábado, depois de receber alta na Santa Casa, onde ficou em observação devido a uma convulsão seguida de queda, reclamam de negligência no atendimento prestado à idosa. No boletim de ocorrência, uma parente da vítima, Marilene Pickius, de 37 anos, afirma que no dia 24 de março, […]

Arquivo Publicado em 29/03/2010, às 11h57

None

Familiares de Zita Pickius, de 67 anos, que morreu no sábado, depois de receber alta na Santa Casa, onde ficou em observação devido a uma convulsão seguida de queda, reclamam de negligência no atendimento prestado à idosa.


No boletim de ocorrência, uma parente da vítima, Marilene Pickius, de 37 anos, afirma que no dia 24 de março, por volta das 21h, a idosa sofreu uma tontura e caiu no chão, provavelmente em decorrência do derrame que ela sofreu em outubro do ano passado. A queda provocou uma saliência na cabeça da vítima que não foi ao médico, pois acreditou ser algo simples e sem importância.


Porém, no dia seguinte, por volta das 6h, a vítima teve uma convulsão e  foi levada para o posto de Saúde das Moreninhas, onde permaneceu em observação. Às 22h, recebeu alta. Inconformada, Marilene levou a idosa para o Posto de Saúde da Escola Três Barras, de onde ela foi encaminhada para a Santa Casa de Campo Grande.


No hospital, a mulher ficou em observação e sofreu outra queda no banheiro. Segundo Marilene, isso aconteceu por negligência do enfermeiro e do corpo médico. No dia 26, a idosa recebeu alta da Santa  Casa e foi para a casa.


Mas, no dia seguinte, ela começou a passar mal e apresentar vômitos com sangue. Foi levada ao Posto de Saúde das Moreninhas com parada respiratória. Ela chegou a ser reanimada e levada para o Hospital Regional, porém acabou falecendo.


Questionada sobre o caso, a assessoria da Santa Casa informou que está averiguando o caso.

Jornal Midiamax