Geral

Idosa é presa suspeita de torturar parente por 20 anos

Uma mulher de 65 anos foi presa nesta quarta-feira (22) suspeita de ter agredido por mais de 20 anos uma deficiente visual e auditiva, de 55 anos, em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre. Segundo a delegada responsável pelo caso, Katia Rheinheimer, afogamentos e até retirada de dentes faziam parte dos abusos praticados pela […]

Arquivo Publicado em 22/09/2010, às 17h27

None

Uma mulher de 65 anos foi presa nesta quarta-feira (22) suspeita de ter agredido por mais de 20 anos uma deficiente visual e auditiva, de 55 anos, em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre. Segundo a delegada responsável pelo caso, Katia Rheinheimer, afogamentos e até retirada de dentes faziam parte dos abusos praticados pela agressora. As informações estão no site do Correio do Povo.

A vítima é prima distante do marido da suspeita. As investigações começaram no início deste mês, quando os filhos da investigada, após gravar áudios e vídeos das sessões de tortura, relataram o caso à Polícia Civil e entregaram as provas.

Depois das investigações, os policiais descobriram que a mulher detida recebia pensão mensal no valor de R$ 5.000 para cuidar da vítima. As duas moravam juntas no bairro Niterói.

Na residência, foram apreendidos um alicate, um pedaço de pau e documentos diversos. Um deles é uma procuração que autorizava a mulher a receber a pensão.

A agressora foi detida e levada a uma clínica psiquiátrica, no bairro Santana, em Porto Alegre. Após ser interrogada, a suspeita deve ser indiciada por tortura, cárcere privado, corrupção de menores e lesões graves.


Jornal Midiamax