Idosa com dengue hemorrágica precisa de sangue O negativo

A aposentada Celanir Teixeira da Rosa, de 68 anos de idade, internada em Campo Grande com sintomas da dengue hemorrágica, estágio avançado da doença e de risco à paciente, precisa com urgência de sangue O negativo. As doações devem ser feitas no prédio do Hemosul, na Avenida Fernando Corrêa da Costa. 1.304, região central da […]
| 04/03/2010
- 18:34
Idosa com dengue hemorrágica precisa de sangue O negativo

A aposentada Celanir Teixeira da Rosa, de 68 anos de idade, internada em Campo Grande com sintomas da dengue hemorrágica, estágio avançado da doença e de risco à paciente, precisa com urgência de sangue O negativo.

As doações devem ser feitas no prédio do Hemosul, na Avenida Fernando Corrêa da Costa. 1.304, região central da cidade, das 7h30 minutos às 17h30 minutos durante. Já no sábado, o local abre ao público das 7 horas às 12h30 minutos.

As notificações de dengue em Campo Grande alcançaram um volume alarmante: nas últimas semanas, foram registrados em média 420 casos por dia.

O número de pessoas com suspeitas de dengue este ano já somam quase 20 mil casos. De janeiro até agora dez pessoas morreram na cidade com o sintoma da dengue hemorrágica, três das quais já confirmadas por exames laboratoriais. O restante está sob investigação.

Últimas notícias