Geral

Hospital Pantanal diz que foi envolvido indevidamente em denúncias de Iguatemi

O presidente do Hospital Pantanal, Nemias Ferreira da Silva, divulgou nota oficial de repúdio às denúncias feitas por Domingos Gonçalves sobre supostas irregularidades na desapropriação de um hospital em Iguatemi. Ele classificou como “denuncismo mascarado de combate a condutas ilícitas” as informações usadas pelo cidadão para pedir o afastamento do prefeito do município. Na açã...

Arquivo Publicado em 13/09/2010, às 20h49

None

O presidente do Hospital Pantanal, Nemias Ferreira da Silva, divulgou nota oficial de repúdio às denúncias feitas por Domingos Gonçalves sobre supostas irregularidades na desapropriação de um hospital em Iguatemi. Ele classificou como “denuncismo mascarado de combate a condutas ilícitas” as informações usadas pelo cidadão para pedir o afastamento do prefeito do município.


Na ação popular, Domingo, que é taxista em Iguatemi, diz que há fraudes em licitações e na terceirização de serviços de saúde através da contração da Associação Beneficente Pantanal, uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público).


Na nota oficial, a Associação diz que a suposta denúncia tem motivação política e envolveu irresponsavelmente o Hospital Pantanal. “Com a intenção exclusiva de denegrir a imagem do prefeito daquela cidade, acabou envolvendo, de forma inaceitável, o nome da Associação Beneficente Hospital Pantanal”.


Segundo o presidente da Associação, Nemias Ferreira da Silva, todos os esclarecimentos solicitados pela Promotoria de Justiça de Iguatemi já foram prestados. “Mesmo diante da transparência e seriedade comprovada dos trabalhos prestados pela Associação Beneficente Hospital Pantanal, determinados políticos daquele município não medem consequências de seus atos irresponsáveis, na tentativa de conseguir tumultuar e prejudicar a atual administração”, lamentou.

Jornal Midiamax