Geral

Homem que matou menina de 10 anos é transferido por segurança

Celso Rodrigues Vesolovsky, de 47 anos, que confessou ter matado a menina Vitória Regina Dias Evaristo, de 10 anos, em Mundo Novo, no domingo está preso na Penitenciária de Naviraí (Penav). Celso foi levado para Naviraí por questão de segurança já que o crime comoveu e provocou revolta na população de Mundo Novo, como afirmou […]

Arquivo Publicado em 28/10/2010, às 10h59

None

Celso Rodrigues Vesolovsky, de 47 anos, que confessou ter matado a menina Vitória Regina Dias Evaristo, de 10 anos, em Mundo Novo, no domingo está preso na Penitenciária de Naviraí (Penav).

Celso foi levado para Naviraí por questão de segurança já que o crime comoveu e provocou revolta na população de Mundo Novo, como afirmou o delegado Natanael Mathias ao site Sobrinho Publicidades. “Achamos melhor e mais seguro transferir o réu para outra cidade para evitar um tumulto, já que a população está bastante revoltada, tememos pela vida do preso por uma questão de responsabilidade, quem fará a condenação é a justiça”, enfatizou o delegado Natanael Mathias.

Na ocasião do crime e quando Celso foi preso e confessou o assassinato, a delegacia de Polícia Civil de Mundo Novo ficou cercada por várias pessoas que queriam linchar o acusado.

O caso

Segundo informações da polícia, a menina Vitória foi vista com vida pela última vez com vida no domingo, por volta das 15h, na garupa da bicicleta de Celso, vizinho da família, em uma estrada que dá acesso à rodovia BR-163.

Ao ser preso, Celso disse que era apaixonado pela criança desde quando ela tinha 5 anos de idade. No domingo, Celso convidou a menina para tomar banho no rio Vitykuê pediu a criança em namoro. A menina recusou o pedido e, inconformado, Celso deu duas facadas no abdômen e uma no pescoço de Vitória.

Celso também disse que, após a menina ter morrido, ele teve uma relação sexual com o cadáver da vítima. Após isso, enterrou a criança.

A menina Vitória foi sepultada ontem de manhã.

Jornal Midiamax