Geral

Homem é morto a marretada em borracharia

A vítima trabalhava há 4 dias na borracharia e os policiais ainda não a identificaram; pelo investigado, o borracheiro dormia quando fora atacado pelo assassino desconhecido até agora

Arquivo Publicado em 31/01/2010, às 11h10

None

A vítima trabalhava há 4 dias na borracharia e os policiais ainda não a identificaram; pelo investigado, o borracheiro dormia quando fora atacado pelo assassino desconhecido até agora

Um borracheiro de presumidos 50 anos de idade foi achado morto hoje de manhã, no Jardim Veraneio, perto do mini-anel, nas saídas de São Paulo e Cuiabá, em Campo Grande. Policiais que cuidam do caso ainda não têm pistas do assassino. O corpo da vítima está no local.

Pelo apurado até agora, tudo indica que o borracheiro foi morto enquanto dormia num pequeno colchão, em frente a uma televisão desligada. A arma do crime, uma marreta, foi deixada próxima do corpo da vítima, que teria sido morta com pancadas na cabeça.

O dono da borracharia, situada na rua Alexandre Herculano, perto da Uniderp Agrária, Manoel Messias, 40, disse que havia contratado a vítima há uns quatro dias pelo regime diarista e que sabia pouco sobre ele. Ele não soube dizer se o borracheiro tinha ou não família.

Jornal Midiamax