Geral

Gripe suína: meta de vacinação em MS já chega a 77,9%

 Na primeira etapa, o estado imunizou 77,98% ou 70.760 pessoas do público-alvo recomendado pelo ministério. Foram 48.969 indígenas e 21.791 trabalhadores em serviços de saúde. Os municípios de Guia Lopes da Laguna e Ladário, até o momento, não registraram no Programa Nacional de Imunização a quantidade de cidadãos que foram imunizados.  A expectativa era imunizar […]

Arquivo Publicado em 26/03/2010, às 18h00

None

 Na primeira etapa, o estado imunizou 77,98% ou 70.760 pessoas do público-alvo recomendado pelo ministério. Foram 48.969 indígenas e 21.791 trabalhadores em serviços de saúde. Os municípios de Guia Lopes da Laguna e Ladário, até o momento, não registraram no Programa Nacional de Imunização a quantidade de cidadãos que foram imunizados. 


A expectativa era imunizar 90.739 do grupo da primeira etapa e a meta estabelecida de 80% ou 72.592, praticamente foi alcançada. Na primeira fase, Mato Grosso do Sul recebeu 106 mil doses de vacinas e o período de imunização foi de 8 a 19 de março.


 Já a segunda etapa da estratégia – 22 de março a 2 de abril – também está com bastante adesão do público-alvo. Agora, devem ser vacinados gestantes, crianças menores de dois anos de idade e doentes crônicos. 


A expectativa para este grupo é imunizar 264.742, sendo que a meta estabelecida também é de 80% desse total, ou seja, 211.793 cidadãos. Até o momento, 15.860 foram vacinados, sendo 7.169 crianças menores de dois anos, 3.792 gestantes e 4.899 doentes crônicos. Cabe ressaltar que, até o momento, 25 dos 78 municípios não registraram no Programa Nacional de Imunização a quantidade de cidadãos que já foram imunizados na atual etapa.


 Para este segundo momento da estratégia, o Ministério da Saúde enviou para o Estado 280 mil doses da vacina, em duas etapas: 118 mil que já foram distribuídas aos municípios, pela Secretaria de Estado de Saúde, na semana passada; e 172 mil que chegaram para Mato Grosso do Sul na quarta-feira (24) e que terminam de ser distribuídas hoje aos 78 municípios.


 Com o final da distribuição das doses, a população pode ficar tranquila que a partir de segunda-feira (29) todas as unidades de saúde de Mato Grosso do Sul terão disponíveis a vacina. O imprevisto da falta da vacina em algumas unidades de saúde do País deve-se ao não cumprimento do prazo de entrega das doses pelo laboratório produtor da vacina ao Ministério da Saúde, o que ocasionou na demora da distribuição das mesmas aos estados brasileiros.


 De acordo com o cronograma do ministério, ainda faltam três grupos para ser imunizados:


População de 20 a 29 anos – de 05/04 a 23/04;


Campanha Nacional de Vacinação do Idoso / Pessoas com mais de 60 anos vacinam contra a gripe comum. Aqueles com doenças crônicas também serão vacinados contra a gripe pandêmica – 24/04 a 07/05;


População de 30 a 39 anos – 10/05 a 21/05.
         Ao final da estratégia de imunização do Governo Federal contra a gripe a H1N1, devem ser vacinados 1.187.407 sul-mato-grossenses.


Notificação de casos


 De janeiro de 2010 até hoje (26/3) foram notificados cinco casos da doença em Mato Grosso do Sul: Campo Grande (3), Dourados (1) e Inocência(1) e não há nenhuma confimração e nenhum óbito. O caso de Inocência já foi descartado.


 No ano passado, as notificações chegaram a 366. Desse total, 192 casos foram descartados, 71 suspeitos (a SES ainda aguarda resultado de laboratório), 27 confirmados como gripe sazonal e 76 como gripe A H1N1. Em relação aos óbitos, o Estado registrou 16 ocorrências confirmadas, 9 estão em investigação (a SES ainda aguarda resultado de laboratório) e 3 descartados. 

Jornal Midiamax