Geral

Governo tem que recuperar estradas, afirma presidente da Acrissul

As chuvas, tão bem vindas para as lavouras, têm deixado os produtores preocupados. O motivo, os estragos nas estradas de Mato Grosso do Sul, principalmente nas vicinais, o que pode comprometer o escoamento da safra. O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, disse hoje que este é o […]

Arquivo Publicado em 26/01/2010, às 13h20

None

As chuvas, tão bem vindas para as lavouras, têm deixado os produtores preocupados. O motivo, os estragos nas estradas de Mato Grosso do Sul, principalmente nas vicinais, o que pode comprometer o escoamento da safra.

O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, disse hoje que este é o momento dos sindicatos rurais dos municípios se reunirem com os prefeitos para juntos cobrarem do governo do Estado a recuperação das estradas.

“Sabemos que as prefeituras não têm recursos, então está na hora dos sindicatos e prefeitos pedirem que o governo apresente um plano de recuperação”, defende.

“A Acrissul tem recebido reivindicações de produtores para que haja uma ação nesse sentido, já que a entidade tem um assento no conselho do Fundersul [Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul]. A sugestão é que se trace um plano de ação, por que recurso tem. E é o produtor que, mais uma vez, se apresenta para resolver os problemas, via o Fundo”, afirma.

Ele lembra que as estradas são usadas por todos, mas a classe produtora é a única que paga um imposto exclusivamente para fazer a manutenção delas. Segundo Maia, é hora do governo ouvir o produtor rural para saber quais as prioridades neste momento. “Porque, quando chegar a época da colheita, os problemas nas estradas devem piorar”, prevê.

“Lamentavelmente, embora seja membro do conselho do Fundersul, nunca foi chamado para discutir as prioridades nem a aplicação dos recursos, que são gerados do imposto cobrado dos produtores”, finaliza.

Jornal Midiamax