Geral

Governo de MS nega apoio e alunos ficam de fora da SBPC

Estudantes da escola Rui Barbosa, que tiveram único projeto de escola pública escolhido, ainda têm esperança de conseguirem participar da mais importante reunião de pesquisadores, a SBPC, no Rio Grande do Norte

Arquivo Publicado em 09/07/2010, às 15h30

None

Estudantes da escola Rui Barbosa, que tiveram único projeto de escola pública escolhido, ainda têm esperança de conseguirem participar da mais importante reunião de pesquisadores, a SBPC, no Rio Grande do Norte

A Escola Estadual 26 de Agosto, localizada na Rua Rui Barbosa, no Bairro São Francisco, em Campo Grande, corre o risco de não ter trabalho de seus alunos do 9º ano, Ensino Médio e Fundamental, publicado pela SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), que é considerado o principal segmento da ciência no Brasil.


A escola foi a única no Mato Grosso do Sul a ter trabalho escolhido pela SBPC, que trata da implementação das aulas práticas experimentais de ciências naturais. O trabalho iniciou no ano passado com aproximadamente 300 alunos.


Para ter o trabalho publicado, a escola precisa apresentá-lo no dia 28 de julho, das 13h30 às 15h, na 62ª Reunião Anual da SBPC que neste ano acontece na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal (RN). O impasse é que a escola não conseguiu, até o momento, as passagens para que os professores possam viajar para o evento, que vai reunir estudiosos de vários locais do Brasil, entre os dias 25 e 30 de julho. O pedido ao governo estadual foi feito, mas a resposta ainda não veio.


Segundo uma professora participante do projeto, a escola já acionou a Secretaria Estadual de Educação para conseguir, ao menos, três passagens, mas, até o momento não obteve resposta positiva. Caso os professores não consigam meios para ir até o estado do Rio Grande do Norte, o trabalho não será publicado.


O Midiamax entrou em contato com o presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira, para saber se a entidade vai auxiliar a escola. Segundo ele, na próxima segunda-feira será solicitada uma reunião com a secretária de educação. “É um projeto de interesse público, por isso vamos defender este apoio do Governo para que estes professores representem os bons resultados da educação”, diz.


Resposta – Em resposta ao Midiamax, a assessoria de imprensa do Governo do Estado informou que iria verificar o fato. A reportagem aguarda resposta.

Jornal Midiamax