Geral

Garoto de programa confessa morte de apresentador de TV na Bahia

O garoto de programa Emerson Neves de Jesus, 19 anos, confessou em depoimento à polícia que assassinou o apresentador de TV Jorge Pedra, no dia 1º de novembro de 2009. O acusado foi preso, quinta-feira, após roubar uma dinheiro do atual namorado. Os dois discutiram e foram parar na delegacia, onde Emerson foi reconhecido por […]

Arquivo Publicado em 25/09/2010, às 20h00

None

O garoto de programa Emerson Neves de Jesus, 19 anos, confessou em depoimento à polícia que assassinou o apresentador de TV Jorge Pedra, no dia 1º de novembro de 2009. O acusado foi preso, quinta-feira, após roubar uma dinheiro do atual namorado. Os dois discutiram e foram parar na delegacia, onde Emerson foi reconhecido por policiais que investigavam o assassinato, por causa de uma tatuagem.


Segundo o delegado Antonio Fernando, o jovem contou que discutiu com a vítima antes do programa. Ele cobrou R$ 500 pelo serviço, mas o apresentador teria se negado a pagar qualquer valor, porque os dois teriam um relacionamento há algum tempo. Ainda de acordo com a polícia, Emerson disse que todas as vezes que os dois se encontraram, Pedra pagou pelos serviços sexuais.


Depois do impasse, a vítima teria tentado agredir o acusado, que reagiu com uma faca que estava dentro do quarto do motel, onde os dois haviam se encontrado. De acordo com Jesus, a arma teria sido levada por Pedra ao local. O apresentador foi atingido por três facadas.


Jorge Pedra apresentava um programa sobre a alta sociedade baiana na TV Salvador (emissora local). Ele começou a carreira de jornalista em 1978. Pós graduado nos Estados Unidos, na França e Itália, trabalhou como colunista social dos jornais O Globo e Última Hora.


O caso


O crime ocorreu no motel Democratas, centro de Salvador, na noite do dia 1º de novembro de 2009. Funcionários disseram que o apresentador chegou com um garoto de programa e uma hora depois foram ouvidos barulhos estranhos. O assassino passou correndo pela entrada do estabelecimento e fugiu.

Jornal Midiamax