Geral

Foragido do Paraná, ex-deputado Nilton Servo é capturado em Aquidauana

Nilton Cezar Servo, acusado de ser um dos chefes da máfia de caça-níqueis no Mato Grosso do Sul e outros estados, foi preso por volta das 12h30 deste domingo, 19, no distrito de Camisão, em Aquidauana. A polícia chegou até ele por meio de uma denúncia anônima. Contra Nilton Servo havia um mandado de prisão […]

Arquivo Publicado em 20/12/2010, às 17h55

None

Nilton Cezar Servo, acusado de ser um dos chefes da máfia de caça-níqueis no Mato Grosso do Sul e outros estados, foi preso por volta das 12h30 deste domingo, 19, no distrito de Camisão, em Aquidauana. A polícia chegou até ele por meio de uma denúncia anônima.

Contra Nilton Servo havia um mandado de prisão em aberto expedido pela juíza federal Gabriela Hardt, da 2ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Umuarama/PR.

Ontem, após a denúncia, uma equipe da Rondas Ostensivas Táticas (Rotai) foi até o distrito e montou um patrulhamento para abordagens, quando pararam um veículo Fiat Pálio, de placa AQO-8878. Quando solicitaram os documentos, os policiais descobriram o mandado de prisão em aberto.

Servo e o veículo foram encaminhados para a delegacia. Ele é acusado de ser um dos chefes da máfia de caça-níqueis, inclusive foi detido com outras 75 pessoas durante a operação da Polícia Federal, batizada de Xeque-Mate. Inclusive, Nilton teria ligações com o irmão do presidente Lula, Genivaldo Inácio da silva, o Vavá, que junto com o compadre de Lula, Dário Morelli Filho, teriam uma casa de jogos na Baixada Santista.

Jornal Midiamax