Geral

Fogo devora 17 hectares de vegetação na Capital

Num deles, no bairro Nova Lima, incêndio supostamente criminoso devorou pasto preparado para alimentar dez cavalos;Veja o vídeo

Arquivo Publicado em 12/07/2010, às 18h20

None

Num deles, no bairro Nova Lima, incêndio supostamente criminoso devorou pasto preparado para alimentar dez cavalos;Veja o vídeo

Somente na manhã desta segunda-feira, em dois incêndios ocorridos em bairros distintos de Campo Grande, o fogo devorou ao menos 17 hectares.


Nos dois casos, a queimada pode ter se manifestado por meio de ações criminosas. Dados do Corpo de Bombeiros, apurados do início do ano para cá, indicam que a corporação é acionada ao menos três vezes por dia para conter o fogo em alguma região da Capital.


Hoje, por volta das 9 horas, um incêndio devorou 13 hectares de pastagem num terreno preparado para a criação de cavalos, no bairro Nova Lima, região norte da cidade, na saída para Cuiabá.


O arrendatário do local, que identificou-se como Fernando, disse que os bombeiros foram lá e controlaram o fogo por volta das 9h30, mas por volta do meio dia surgiram novas chamas. Empregados do local, vizinhos e colegas de Fernando improvisaram instrumentos para apagar o fogo.


Até por volta das 14h30 minutos, o Corpo de Bombeiros era aguardado no local. A fumaça castiga moradores de um residencial ao lado. Fernando disse que acha o incêndio tenha sido causado pela “maldade” de algum morador do bairro. Os animais, ao menos dez, foram retirados do local. 


Já por volta das 12h30 minutos, os bombeiros foram acionados para controlar o fogo que atingia a vegetação de um terreno de quatro hectares, ao lado do condomínio das Astúrias II, no bairro Cabreúva. A fumaça atingia trabalhadores de uma construção, que também ajudaram no combate ao incêndio. Nesse caso, testemunhas também disseram que o fogo possa ter sido motivado por alguma pessoa do bairro.


De acordo com recente comunicado dos Bombeiros, o maior volume de incêndios ocorre em vegetação, terrenos baldios, matas e pastagens. A corporação informou ainda as ocorrências mais freqüentes ocorreram na região dos córregos Segredo, no Prosa, no Bandeira e do Anhanduizinho e Imbirussu.


O levantamento narra ainda que grande parte dos incêndios registrados neste aconteceu nos bairros José Abraão, Jardim das Meninas, Guanandi, Nova Lima, Tijuca II, Copasul, Zé Pereira e Chácara Cachoeira.



Veja o vídeo:



Jornal Midiamax