Geral

Filha de Lula contesta crítica do New York Times ao filme

Lurian Lula da Silva, filha do presidente Lula com Miriam Cordeiro, mandou uma carta à redação do New York Times reclamando da crítica feita pelo jornal americano ao filme “Lula, O Filho do Brasil”. O texto, assinado pelo jornalista Alexei Barrionuevo, diz que o filme “falha ao não mencionar que Lula abandonou a namorada, Miriam […]

Arquivo Publicado em 27/01/2010, às 19h37

None

Lurian Lula da Silva, filha do presidente Lula com Miriam Cordeiro, mandou uma carta à redação do New York Times reclamando da crítica feita pelo jornal americano ao filme “Lula, O Filho do Brasil”.

O texto, assinado pelo jornalista Alexei Barrionuevo, diz que o filme “falha ao não mencionar que Lula abandonou a namorada, Miriam Cordeiro, quando ela estava grávida de seis meses.”

Na carta ao New York Times, Lurian começa contestando o erro de informação do jornalista: “Primeiro, minha mãe não foi abandonada. Apesar do fim do relacionamento, meu pai arcou com todos os custos médicos, incluindo exames pré-natal e o parto. Além disso, registrou meu nascimento logo no dia em que eu nasci. Isso não condiz com o perfil de alguém que abandona uma mulher grávida.”

Depois, Lurian argumenta que não havia motivos para ela ser mencionada no filme, já que ele retrata um período da vida de Lula – da infância ao sindicalismo – em que ela ainda não havia nascido. Lurian vai completar 36 anos em março – nasceu em 1974. “Nenhum dos filhos do meu pai aparecem no filme. Então por que eu deveria aparecer?”, ela questiona.

Lurian termina a carta dizendo que adorou o filme e que concorda com o presidente americano, Barack Obama: “Lula é o cara!”

Jornal Midiamax