Geral

FCMS realiza mais três pré-carnavais em Campo Grande

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Cultura (FCMS), realiza mais dois bailes pré-carnavais em Campo Grande. Os bailes acontecem nas comunidades das Escolas de Samba “Igrejinha” e “Unidos do Cruzeiro”, sempre às 19h30. Hoje (28) o pré-carnaval acontece na comunidade da escola de samba “Igrejinha”, que leva […]

Arquivo Publicado em 28/01/2010, às 17h38

None

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Cultura (FCMS), realiza mais dois bailes pré-carnavais em Campo Grande. Os bailes acontecem nas comunidades das Escolas de Samba “Igrejinha” e “Unidos do Cruzeiro”, sempre às 19h30.

Hoje (28) o pré-carnaval acontece na comunidade da escola de samba “Igrejinha”, que leva para a Via Morena o antigo palco do desfile no seu enredo de 2010, “14 de julho, da Bastilha à Folia uma Revolução de Liberdade, Igualdade e Fraternidade”. A escola, fundada em 1975, nasceu na rua 14 de Julho. Dezenove dos 20 títulos da escola aconteceram na rua central. Surge daí, a oportunidade de entidade homenagear uma das mais tradicionais ruas da capital.

Já amanhã (29), a “Unidos do Cruzeiro”, fundada pelo “Picolé” em 1981, fará seu pré-carnaval destacando uma de suas cores na avenida: o vermelho cruzeirense será o vermelho do Boi Garantido no enredo “Vermelho na Arena, Cruzeiro na Passarela, Garantido em Campo Grande, Somos Vermelho de Paixão”. A escola leva para a Via Morena este ano, com o apoio dos organizadores de Parintins, um de seus bois para desfilar no carnaval de Campo Grande.

“Os bailes pré-carnavais vêm sendo um grande sucesso nos bairros da capital, revelando uma ativa participação das comunidades onde as entidades estão sediadas, aquecendo sob maneira os foliões para a realização de um grandioso carnaval este ano em Campo Grande”, salienta o presidente da FCMS, Américo Calheiros.

Animação


Para animar os bailes pré-carnavais, o governo do Estado e a FCMS patrocinam o Grupo de Mulatas Tawanda, coordenado por Pedrinho Camargo. O grupo é uma tradicional referência em animação de carnavais. Participam nos dois bailes de pré-carnaval, os grupos de pagode “Repressão do Samba” e “Fusuera”, que vão tocar, respectivamente, nos bailes da “Igrejinha” e do “Unidos do Cruzeiro”.

Vila Carvalho

Com 41 anos de avenida, a escola fundada pelo “Felipão”, vai coroar sua rainha e suas musas hoje (28), no Clube Estoril. Haverá ainda um desfile de apresentação das fantasias da escola, feitas pelo carnavalesco e estilista Francis Fabian.

Fechando a participação do governo do Estado e da FCMS nos bailes pré-carnavais, no dia 5 de fevereiro, na comunidade da Vila Carvalho acontece o pré-carnaval do enredo “África todos os Deuses, Todas as Raças”. Foi uma mudança radical, se considerar os temas bairristas que a escola sempre levou à avenida. A África é um tema bem cantado nos carnavais cariocas, mas o estudo feito pela Vila Carvalho mostra as influências da África no Brasil, com foco nas realezas. Partindo do Egito, com as candasses, chamadas de senhoras dona do mundo, entra nos ritos dos orixás e termina com a coincidência de se ter uma copa no continente africano.

Jornal Midiamax