Geral

Escritor francês copia trechos da Wikipédia em romance

O escritor francês Michel Houellebecq, um dos mais respeitados e aclamados pelo público e pela crítica, copiou parágrafos inteiros da enciclopédia online Wikipédia em seu último romance, La carte et le territoire (O mapa e o território), de acordo com o site Slate.fr. A obra chega às livrarias na próxima quarta-feira, 8 de setembro. Segundo […]

Arquivo Publicado em 06/09/2010, às 12h06

None

O escritor francês Michel Houellebecq, um dos mais respeitados e aclamados pelo público e pela crítica, copiou parágrafos inteiros da enciclopédia online Wikipédia em seu último romance, La carte et le territoire (O mapa e o território), de acordo com o site Slate.fr. A obra chega às livrarias na próxima quarta-feira, 8 de setembro.


Segundo o site, o fato não é negado pelos editores. “Houellebecq utiliza páginas oficiais como material literário bruto para integrar em seus romances depois de modificá-los”, afirmam. “Se algumas citações podem aparecer de forma textual são apenas citações curtas que em nenhum caso podem ser considerados como plágio”, acrescentam.


Os parágrafos identificados como copiados, segundo o Slate.fr, correspondem à descrição de uma mosca doméstica, da cidade de Beauvais e do político francês Frédéric Nihous.


Os proprietários da Wikipédia reconhecem a cópia, ainda que considerem difícil que se possa chegar aos tribunais já que as definições da enciclopédia online são redigidas pelos próprios leitores, na maior parte das vezes de forma colegiada, o que dificulta encontrar um único autor.


E a Wikipédia não parece ter sido a única fonte de inspiração do conhecido escritor, que segundo o site Slate.fr, copiou do site oficial do Ministério do Interior a descrição do trabalho de um comissário de polícia e, de uma página turística, a descrição de um hotel em Nice.

Jornal Midiamax