Geral

ERRATA: nome do Conselho Regional de Economia foi trocado por setor do MPE

Em matéria publicada no dia 1 de outubro deste mês, às 14h14 minutos, o nome do Corecon (Conselho Regional de Economia) de Mato Grosso do Sul, foi usado indevidamente na reportagem intitulada “MPE investiga Osmar Jerônimo, braço forte de Puccinelli, por suposta lavagem de dinheiro”. No trecho onde aparece essa afirmação: Parecer técnico do Corecon […]

Arquivo Publicado em 26/10/2010, às 20h55

None

Em matéria publicada no dia 1 de outubro deste mês, às 14h14 minutos, o nome do Corecon (Conselho Regional de Economia) de Mato Grosso do Sul, foi usado indevidamente na reportagem intitulada “MPE investiga Osmar Jerônimo, braço forte de Puccinelli, por suposta lavagem de dinheiro”.

No trecho onde aparece essa afirmação: Parecer técnico do Corecon (Conselho Regional de Economia), entidade que auxilia o MPE, enxergou “incompatibilidade entre as aquisições patrimoniais e os rendimentos auferidos” por Osmar Jerônymo, o correto é afirmar que:

Parecer técnico do Daex (Departamento Especial de Apoio às Atividades de Execução), setor do MPE (Ministério Público Estadual), enxergou “incompatibilidade entre as aquisições patrimoniais e os rendimentos auferidos” por Osmar Jerônymo.

A troca da sigla Daex por Corecon ocorreu porque no documento que sustentou a reportagem aparecem as iniciais da entidade e do setor do MPE, daí o erro, agora justificado.

Noutra reportagem, publicada no dia 4 de outubro, às 11h21 minutos, sob o título “Nome suspeito de lavagem de dinheiro permanece no 1º escalão do governo”, apareceu de novo e de modo equivocado a sigla Corecon.

O certo é dizer que parecer técnico do Daex foi quem viu “incompatibilidade entre as aquisições patrimoniais e os rendimentos auferidos” por Osmar Jerônymo.

Jornal Midiamax