Geral

Equipe carioca fecha com atacante italiano Vieri

O Boavista, de Saquarema, é o primeiro clube do Rio de Janeiro a acertar com um reforço de peso para a temporada de 2011. Trata-se do atacante Christian Vieri, de 37 anos, que está na cidade há duas semanas treinando sob a supervisão do preparador físico do clube. João Silva, supervisor do departamento técnico do […]

Arquivo Publicado em 15/12/2010, às 00h01

None

O Boavista, de Saquarema, é o primeiro clube do Rio de Janeiro a acertar com um reforço de peso para a temporada de 2011. Trata-se do atacante Christian Vieri, de 37 anos, que está na cidade há duas semanas treinando sob a supervisão do preparador físico do clube.


João Silva, supervisor do departamento técnico do Boavista, confirmou a negociação.


“Está tudo muito bem encaminhado. Já estamos providenciando o visto de trabalho dele. Temos um advogado em Brasília que está cuidando desse processo”, adiantou.


A assinatura do contrato do italiano só depende do visto para ele poder trabalhar no Brasil. Assim que o documento sair, Vieri será oficialmente atleta do clube. O vínculo será válido até o fim do Campeonato Carioca. Os valores não foram divulgados.


A negociação com o atacante foi conduzida por João Paulo Magalhães Lins, gestor do Boavista, que é amigo de Vieri. No final de 2009, depois de quase acertar com o Botafogo de Ribeirão Preto para a disputa do Campeonato Paulista de 2010, o italiano foi ao Rio de Janeiro, ficou hospedado na casa de Magalhães e se apaixonou pela cidade.


Desfez o acordo com o clube do interior de São Paulo e falou que poderia jogar no Rio em 2010. Só que decidiu ficar mais um ano de folga. Agora, treina duro para recuperar a forma a tempo de disputar a Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual do Rio, que começa no dia 19 de janeiro, quarta-feira. O Boavista faz a primeira partida do campeonato, às 17h, em casa, contra o América.


Segundo Lins, o clube deseja contar com o atleta já na estreia.


“O Vieri não está em forma, mas está com o nosso preparador físico, trabalhando há duas semanas para chegar bem no início do ano”, garantiu.


Artilheiro do Campeonato Espanhol de 1997 pelo Atlético de Madri e do Italiano de 2003 com a camisa da Inter de Milão, o atacante havia encerrado a carreira em outubro de 2009, quando afirmou que seria jogador de pôquer. Vieri foi titular da seleção italiana nas Copas de 1998, na França, e de 2002, na Coreia do Sul e no Japão.

Jornal Midiamax