Geral

Enchentes no Nordeste são responsáveis por prorrogação do Enem

As chuvas nos estados de Alagoas e de Pernambuco foram as responsáveis pela prorrogação das inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) até a próxima sexta-feira (16). O ministro da Educação, Fernando Haddad, explicou hoje (9) que os governadores dos dois estados afetados – Teotônio Villela e Eduardo Campos, respectivamente – pediram que […]

Arquivo Publicado em 09/07/2010, às 15h28

None

As chuvas nos estados de Alagoas e de Pernambuco foram as responsáveis pela prorrogação das inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) até a próxima sexta-feira (16). O ministro da Educação, Fernando Haddad, explicou hoje (9) que os governadores dos dois estados afetados – Teotônio Villela e Eduardo Campos, respectivamente – pediram que o prazo fosse adiado porque muitos alunos dessas regiões estão recuperando documentos necessários para confirmar as inscrições. Outra preocupação é a reconstrução das escolas destruídas.


“Como não vai haver prejuízo ao calendário, o [Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira] Inep resolveu adiar por uma semana”, explicou Haddad, durante entrevista ao programa Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, em parceria com a EBC Serviços.


Com isso, os alunos terão mais uma semana para se candidatar à seleção, apenas pela internet, no portal www.enem.inep.gov.br. O valor da inscrição é de R$ 35. Estão isentos os estudantes da última série do ensino médio de escolas públicas e aqueles que comprovem a impossibilidade de pagamento.


O ministro disse ainda que o MEC está trabalhando para recuperar as escolas a tempo de salvar o ano letivo. Para isso, serão usados métodos alternativos de construção, que possibilitem erguer um colégio em 60 dias. “Já fizemos várias reuniões com empresas que trabalham com métodos alternativos de construção. Há empresas que dizem que, já definido o terreno, em 60 dias é possível ter a escola funcionando.”


O ministério pretende contratar até o final deste mês as responsáveis pelas reconstruções. Ele disse ainda que na próxima semana serão promovidas audiências públicas com as empresas interessadas em apresentar propostas alternativas.

Jornal Midiamax