Geral

Em reunião, MP discute mais uma vez problemas nos postos de saúde da Capital

Mais uma vez o MPE (Ministério Público Estadual) discute com autoridades municipais os problemas de superlotação nos postos de Saúde, falta de médicos e outros assuntos ligados ao problema. Desta vez, a reunião acontece desde às 14 horas no auditório das Promotorias de Justiça, na Rua da Paz, nº 134, no Jardim dos Estados O […]

Arquivo Publicado em 29/03/2010, às 19h42

None

Mais uma vez o MPE (Ministério Público Estadual) discute com autoridades municipais os problemas de superlotação nos postos de Saúde, falta de médicos e outros assuntos ligados ao problema. Desta vez, a reunião acontece desde às 14 horas no auditório das Promotorias de Justiça, na Rua da Paz, nº 134, no Jardim dos Estados

O Midiamax acompanha os debates.

A reunião acontece após a conclusão do relatório final sobre as inspeções realizadas nas unidades de saúde da Capital. A Promotoria de Justiça de Saúde Pública marcou para hoje o encontro entre os órgãos competentes e entidades relacionadas com a saúde pública de Campo Grande.

A promotora de Justiça Sara Francisco Silva visitou unidades de saúde no dia 11 de março.

Conforme o MPE, as filas da madrugada é uma realidade em Campo Grande e o pior é que muitos usuários do atendimento das unidades públicas de saúde não conseguem sequer serem atendidos por falta de médicos especializados da área, como por exemplo, pediatras.

O MPE salienta o descaso no atendimento à população. Pacientes vão aos Centros Regionais de Saúde (CRS) ou às Unidades Básicas de Saúde (UBS) não são atendidos e não conseguem encaminhamento para outro local que tenha o médico. “(…) o sistema informatizado, que deveria integrar e facilitar o atendimento, por vezes não funciona”, diz trecho do material divulgado pelo MPE.

Desde fevereiro de 2009 está em negociação com a administração municipal para as possíveis soluções aos problemas encontrados.

Jornal Midiamax