Geral

Em jogo de sete gols, Tricolor bate o Peixe

Um clássico épico, digno das grandezas de São Paulo e Santos. Teve de tudo: sete gols, bola na trave, grandes defesas de Rogério Ceni e Rafael, expulsão de Richarlyson. Os 23.791 torcedores que enfrentaram o frio e foram ao Morumbi não esquecerão os 90 minutos tão cedo. O empate seria o mais justo por tudo […]

Arquivo Publicado em 17/10/2010, às 23h50

None

Um clássico épico, digno das grandezas de São Paulo e Santos. Teve de tudo: sete gols, bola na trave, grandes defesas de Rogério Ceni e Rafael, expulsão de Richarlyson. Os 23.791 torcedores que enfrentaram o frio e foram ao Morumbi não esquecerão os 90 minutos tão cedo. O empate seria o mais justo por tudo que os dois times fizeram. Mas o Tricolor, guerreiro e com um homem a menos, conseguiu aos 48 minutos do segundo tempo o gol da vitória por 4 a 3, o gol do desafogo, para acabar com o incômodo jejum de vitórias sobre o rival em 2010 e, mais do que isso, para mostrar que, sob comando de Carpegiani, está vivo na briga por uma vaga na Libertadores 2011.


Com o triunfo, o terceiro seguido, o Tricolor foi ao nono lugar, com 44 pontos, seis a menos que o Corinthians, que hoje é o último time do G-3. Já o Peixe, que tem 48, permanece na quarta colocação. As duas equipes voltarão a campo no próximo final de semana. No domingo, o Peixe receberá a visita do lanterna Grêmio Prudente. Já o Tricolor irá até Fortaleza para encarar o Ceará.

Jornal Midiamax