Geral

Em Corumbá, Júnior diz que empate contra o Flu deu moral para o Flamengo

“A resposta simples seria aquela de fazer gol. Mas o rendimento do time no último Fla-Flu deu esperança porque jogava contra o ex-líder do Campeonato, jogou de igual para igual e a tendência agora, acho, que é a subida de produção"

Arquivo Publicado em 21/09/2010, às 12h44

None

“A resposta simples seria aquela de fazer gol. Mas o rendimento do time no último Fla-Flu deu esperança porque jogava contra o ex-líder do Campeonato, jogou de igual para igual e a tendência agora, acho, que é a subida de produção”

Um dos maiores ídolos da história do Flamengo desembarcou no início desta terça-feira (21) no Aeroporto Internacional de Corumbá. Júnior, meio-campista de técnica apurada, autor de 865 gols com a camisa do rubro-negro carioca, é uma das principais atrações do amistoso em comemoração aos 232 anos de Corumbá, entre os veteranos do Corumbaense e o Flamaster. “É a oportunidade, principalmente para os mais jovens, que não viram a gente em atividade. Como é aniversário da cidade, tem sempre alguma a coisa a mais. Para a gente é um prazer muito grande estar aqui. Nos anos 70 o Flamengo vinha muito aqui e eu não tive esta oportunidade e estou tendo agora”, disse o ex-craque.


Hoje comentarista esportivo da Rede Globo, Júnior falou sobre o momento do Fla no Brasileirão e apontou seus favoritos ao título deste ano. Sobre o que fazer para o atual campeão reencontrar o bom futebol apresentado principalmente no ano passado, o ex-jogador foi direto: “A resposta simples seria aquela de fazer gol. Mas o rendimento do time no último Fla-Flu deu esperança porque jogava contra o ex-líder do Campeonato, jogou de igual para igual e a tendência agora, acho, que é a subida de produção, até mesmo em função do melhor rendimento físico da equipe e dos jogadores que chegaram por ultimo, como é o Deivid, caso do Diogo, do Renato Abreu, que fez uma partida melhor”.


Apesar do otimismo, o ídolo alertou para a necessidade de o time somar pontos. “A tendência é um rendimento melhor, mas precisa se afastar dessa zona perigosa. A gente sabe que tem uma influência emocional muito grande quando você está pertinho da zona de rebaixamento. Acho que o trabalho sendo feito desta forma, o Flamengo pode até pensar em alguma coisa a mais para frente”, afirmou.


Júnior deu seu palpite sobre os principais favoritos ao título do Brasileirão. “Além de Corinthians e Fluminense, dá para colocar o Cruzeiro e o Inter aí também. Principalmente o Cruzeiro, que foi o time que teve melhor rendimento neste returno, nas últimas rodadas conseguiu se aproximar bastante e está a 3 pontos do líder, apesar do Corinthians ter um jogo a menos, que é uma vantagem muito grande, principalmente pelo momento que passa o Corinthians, realmente diferente. Mesmo quando não joga bem tem conseguido ter um pouco de sorte. Mas até mesmo a sorte só acompanha os competentes”, concluiu o ex-craque.

Jornal Midiamax