Geral

ELEIÇÕES 2010: Candidatos se alfinetam sobre corrupção

Corrupção, o que fazer para mudar? Essa é a pergunta para os candidatos. Serra começa sua fala afirmando que no Brasil esta prática é gigantesca. O tucano fala que, prioritariamente, deve-se reforçar instituições de fiscalização, como o Tribunal de Conta, o Ministério Público e a Imprensa. Esta que “é a que descobre a corrupção da […]

Arquivo Publicado em 30/10/2010, às 00h35

None

Corrupção, o que fazer para mudar? Essa é a pergunta para os candidatos.
Serra começa sua fala afirmando que no Brasil esta prática é gigantesca. O tucano fala que, prioritariamente, deve-se reforçar instituições de fiscalização, como o Tribunal de Conta, o Ministério Público e a Imprensa. Esta que “é a que descobre a corrupção da sociedade”. Serra ainda fala de Justiça e “Sistema de Punição”, que segundo o candidato, não funciona.


Novamente Serra fala que o exemplo tem que vir de “cima”. Novamente Serra alfineta Dilma, falando que deve-se haver punições.


A petista fala do reforço à Polícia Federal, e o trabalho recente feito por ela, como a prisão de “pessoas maiores”. Dilma fala de “investigar e punir, doa a quem doer”. A Procuradoria Geral da União, segundo Dilma, é um outro ponto importante, e lembra o caso das “sanguessugas”.


Serra inicia a tréplica falando que deve-se escolher bem a equipe, alfinetando Dilma sobre caso Erenice. O tucano ainda fala que a PGU e outros órgãos não são independentes, e vê politicagem nisso. Serra lembra o caso “aloprados” como “mau exemplo”.

Jornal Midiamax