Dupla é presa em flagrante ao abater vaca leiteira em Naviraí

A Polícia Militar prendeu na madrugada de hoje (01h10 do dia 14/02) Adalício de Oliveira, 28 anos, e José Aparecido Caetano dos Santos, de 40 anos, em flagrante, acusados de abater uma vaca leiteira em um sítio na zona rural de Naviraí. A prisão aconteceu após a PM receber denúncia anônima via 190 informando que no Jardim Eldorado, em Naviraí, havia um […]
| 14/02/2010
- 20:50
Dupla é presa em flagrante ao abater vaca leiteira em Naviraí

A Polícia Militar prendeu na madrugada de hoje (01h10 do dia 14/02) Adalício de Oliveira, 28 anos, e José Aparecido Caetano dos Santos, de 40 anos, em flagrante, acusados de abater uma vaca leiteira em um sítio na zona rural de Naviraí. A prisão aconteceu após a PM receber denúncia anônima via 190 informando que no Jardim Eldorado, em Naviraí, havia um veículo Tempra em situação suspeita.

Os policiais foram até o endereço e encontraram o veículo estacionado em frente a uma casa, na Rua Treze de Fevereiro. Ao se aproximarem da residência os policiais avistaram um homem correndo para dentro e trancando a porta. Dentro do veículo os policiais encontraram um machado e uma faca sujos de sangue e em volta da casa, pedaços de carne bovina. Os policiais, então, ordenaram que o morador saísse e explicasse o que estava ocorrendo.

Adalício, um velho conhecido da polícia por já ter sido preso há alguns anos com uma enorme quantidade de fio de cobre, é o morador da casa. Dentro do imóvel os policiais encontraram um quarto traseiro de um bovino. Ao ser indagado sobre a origem do animal, Adalício respondeu que havia furtado de uma propriedade próximo ao parque de exposições, juntamente com outro homem, morador na Rua Peroba, no bairro Ipê.

Durante busca em sua casa foi encontrado também uma grande quantidade de fios de cobre que pesando aproximadamente 50 (cinqüenta) quilos, enrolados escondidos em buraco no chão do lado de fora da residência.

Adalício confessou que os fios eram produto de furto praticado por ele em uma fazenda nas proximidades da saída do Porto Caiuá.

A PM fez a apreensão dos matérias furtados assim como a carne bovina e o veiculo Tempra vermelho de placas AMW, de Santo Andre-SP, e encaminharam para a Delegacia Civil.

Na casa de José Aparecido Caetano dos Santos os policiais encontram uma costela completa e uma paleta carneada. José confessou que praticou o crime junto com Adalício, informando ainda o local onde foi abatido o animal.

Os policiais foram até o local e encontram a outra banda da novilha bem como a barrigada e cabeça. Foi verificado que o animal abatido se tratava de uma vaca leiteira.

Diante dos fatos os policiais deram voz de prisão a Adalício e José, que foram atuados em flagrante furto. O veículo Tempra foi encaminhado ao pátio da Ciretran, devido ao fato do documento do veículo estar em atraso desde 2007.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias