Geral

Dirigente pede que Heber Roberto não apite mais jogos do Cruzeiro

O Cruzeiro vai formalizar o protesto contra o árbitro Heber Roberto Lopes, nesta terça-feira, na Comissão de Arbitragem da CBF. O clube pedirá para que o paranaense não apite mais partidas do time no Campeonato Brasileiro após se achar prejudicado no empate por 2 a 2 com o Botafogo, sábado, no Engenhão. – Nós fizemos […]

Arquivo Publicado em 21/09/2010, às 01h54

None

O Cruzeiro vai formalizar o protesto contra o árbitro Heber Roberto Lopes, nesta terça-feira, na Comissão de Arbitragem da CBF. O clube pedirá para que o paranaense não apite mais partidas do time no Campeonato Brasileiro após se achar prejudicado no empate por 2 a 2 com o Botafogo, sábado, no Engenhão.


– Nós fizemos um relatório por escrito daquilo que aconteceu no Engenhão, conversamos com o Schettino (Paulo, presidente da Federação Mineira de Futebol), que ligou para o Sérgio Corrêa, da Comissão de Arbitragem. Pediremos que evite colocar o Heber para apitar os jogos do Cruzeiro no Brasileiro. O Cruzeiro tem um histórico negativo com Heber – declarou o gerente de futebol, Valdir Barbosa.


A diretoria celeste reclama do lance em que a bola não havia saído antes do gol marcado pelo atacante Ernesto Farías. Outra reclamação dos cruzeirenses foi de que a falta de Diego Renan sobre Maicosuel teria sido fora da área, portanto, pênalti inexistente na visão da direção da Raposa.


Valdir Barbosa mandou recado para a arbitragem brasileira, em especial a Sérgio Corrêa.


– Nós estamos com o time bem montando e trabalhando para ganhar o Brasileiro. No apito não podemos perder. O presidente Zezé Perrella já avisou que não irá perder esse campeonato no apito. A Comissão tem que trabalhar em prol do futebol. Se ela colocar o Heber para apitar os jogos do Cruzeiro e ele tiver mais erros, a responsabilidade cairá sobre o seu responsável.

Jornal Midiamax