Geral

Diretor do Detran-MS ainda não comentou dispensa de licitação para MedTrans

Procurado pelo Midiamax para comentar a dispensa de licitação na contratação, pelo Detran-MS, da empresa MedTrans, o diretor da autarquia, Carlos Henrique dos Santos Pereira, ainda não foi localizado. Uma das sócias-cotistas da MedTrans é a médica Carolina Neder dos Santos Pereira, que pertence à família do chefe do órgão. A assessoria de imprensa do […]

Arquivo Publicado em 27/10/2010, às 12h17

None

Procurado pelo Midiamax para comentar a dispensa de licitação na contratação, pelo Detran-MS, da empresa MedTrans, o diretor da autarquia, Carlos Henrique dos Santos Pereira, ainda não foi localizado. Uma das sócias-cotistas da MedTrans é a médica Carolina Neder dos Santos Pereira, que pertence à família do chefe do órgão.


A assessoria de imprensa do órgão informou às 9h05 desta quarta-feira (27) que Carlos Henrique está em reunião fora do Detran-MS, e que retornaria as ligações assim que possível.


O Detran-MS publicou a inexigibilidade de licitação para serviços de exames médicos em dez municípios de Mato Grosso do Sul. Entre as empresas contratadas sem concorrência, o maior volume de dinheiro vai para a MedTrans;


A publicação aconteceu na edição de sexta-feira (22) do Diário Oficial. São dez clínicas credenciadas que devem receber dos cofres públicos do Detran-MS um total de R$ 3.454.461,28. Desse montante, R$ 2,9 milhões ficam com a empresa de Carolina dos Santos Pereira.


A médica também é Tabeliã e Oficiala substituta do 9º Ofício Santos Pereira, cartório de Campo Grande que pertence à família do diretor do Detran-MS.


Os contratos incluem a prestação dos serviços por médicos que realizam os exames de aptidão física e mental nos candidatos à obtenção, renovação, inclusão ou mudança de categoria da Carteira Nacional de Habilitação. (Editada às 9h21 para acréscimo de informação)

Jornal Midiamax