Geral

Direção do PSOL de Dourados diz que não existe dissidência no partido

O diretório municipal do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) divulgou na tarde desta sexta-feira uma nota afirmando que não existe dissidência no partido. A nota, assinada pelo presidente do diretório local, Evaldo Martines Lopes, rebate informações de membros do partido, de que os diretórios de Dourados e de outros municípios estavam querendo a substituição do […]

Arquivo Publicado em 16/07/2010, às 20h02

None

O diretório municipal do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) divulgou na tarde desta sexta-feira uma nota afirmando que não existe dissidência no partido.


A nota, assinada pelo presidente do diretório local, Evaldo Martines Lopes, rebate informações de membros do partido, de que os diretórios de Dourados e de outros municípios estavam querendo a substituição do candidato a governador Ney Braga.


“Não participamos de nenhuma reunião para discutir a troca de candidato”, disse Evaldo ao acrescentar que “o nome de Ney Braga reúne todas as condições de competência, ética e moralidade para bem representar o PSOL na disputa pelo Governo do Estado”.


Segundo Evaldo Lopes, “o PSOL, hoje, é o único partido que reúne condição moral para bem representar o povo do mato grosso do sul, pois é o partido que não está envolvido em qualquer tipo de escândalo, tanto em nível nacional ou local”.

Jornal Midiamax