Geral

Dilma e Serra agradecem e pedem voto no último programa

O último programa da candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, começou com um depoimento da petista, em que disse que sua caminhada pelo país durante a campanha renovou sua “fé neste Brasil que está nascendo. Por onde andei, vi um Brasil que sabe o que quer”, disse. O programa ainda afirmou que o Brasil já […]

Arquivo Publicado em 30/10/2010, às 00h10

None

O último programa da candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, começou com um depoimento da petista, em que disse que sua caminhada pelo país durante a campanha renovou sua “fé neste Brasil que está nascendo. Por onde andei, vi um Brasil que sabe o que quer”, disse.


O programa ainda afirmou que o Brasil já teve 35 presidentes da República, mas “só um veio do povo”, referindo-se a Luiz Inácio Lula da Silva. Logo em seguida, Lula deu um depoimento em que disse que agradece pelas oportunidades que teve. “O dia em que eu sai da pequena Caetés, num pau de arara, eu não tinha ideia do meu destino. Eu só queria ajudar minha família. Deus foi mais que generoso comigo e meu deu a oportunidade de trabalhar por uma família imensa chamada Brasil. Por isso sou imensamente grato a Deus. A Dilma tem tudo para levar esse trabalho adiante”, disse o presidente


Logo em seguida, um locutor começou a listar algumas das principais propostas de Dilma, apresentadas durante o período eleitoral. Entre elas, a criação da rede cegonha, criação de 6 mil creches e pré-escolas, apoio aos setores produtivos, à pequena e média empresa, além da construção de 2 milhões de novas casas. O locutor também afirmou que a candidata, caso eleita, vai lutar para erradicar a miséria do país. Dilma prometeu que vai “representar todas as mulheres do país”. “Quando a pessoa encontra trabalho,a gente vê o brilho nos olhos. Já geramos 15 milhões de empregos. Meu compromisso é fazer do Brasil um país de pleno emprego”, disse a candidata.


Ao final do programa, Lula fez uma mensagem de encerramento pedindo voto para a candidata. “Daqui a dois meses, eu não serei mais presente, e ficaria muito feliz em ver a companheira Dilma continuar esse trabalho. Se votar na Dilma, vai estar votando na pessoa mais preparada, e votando um pouquinho também em mim” , disse o presidente.


Dilma encerrou o programa com uma mensagem de agradecimento. “Agradeço desde já o apoio e o carinho que recebi nesta campanha. Tenho um compromisso, que é de seguir por este caminho”, disse.


Serra


O último programa eleitoral de José Serra (PSDB) veiculado na noite desta sexta-feira (29) destacou a biografia do candidato. Serra apareceu ao lado da esposa, Mônica, e dos filhos, Verônica e Luciano. Um locutor contou a história de exílio do tucano durante o período do regime militar: “José Serra tem 40 anos de vida pública, diferente a Dilma, que nunca disputou uma eleição e só chegou aqui por conta do seu partido político”, disse o locutor.


“Eu nunca consegui nada de mão beijada, sempre tive de trabalhar e muito. Trabalhei bastante para chegar aqui, agora peço seu voto no domingo. Pense bem, eu não teria sido eleito e reeleito tantas vezes pelo povo se não trabalhasse direito. O novo Brasil vai nascer da nossa coragem e da nossa união, para enfrentarmos a violência e o perigo das drogas. É num novo país. Com ordem e progresso nós vamos juntos pela Pátria amada, Brasil”, disse o candidato.


Durante o programa, um locutor falou sobre os principais projetos desenvolvidos pelo tucano, como os genéricos e o mutirão da saúde. O locutor ainda afirmou que, caso eleito, Serra vai criar 150 policlínicas, dar 10% de reajuste para aposentados e pensionistas e reajustar o salário mínimo para R$ 600.


O programa ainda trouxe depoimentos de apoiadores de Serra, como os governadores eleitos do Paraná, Beto Richa (PSDB), de Santa Catarina, Raimundo Colombo (DEM) e de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). O deputado federal Fernando Gabeira, que concorreu ao governo do Rio de Janeiro pelo PV, também manifestou seu apoio. “O Serra é mais que um homem que trabalha, ele trabalha com muita dedicação e muito empenho”. O jurista e um fundadores do PT, Hélio Bicudo, também deu um depoimento. “Serra é a maneira de se salvar a democracia no Brasil”.


O programa do candidato encerrou com um clipe, onde dançarinos interpretaram o jingle da campanha de Serra.

Jornal Midiamax