Geral

Dilma declara ao TSE ter obtido arrecadação maior do que Serra e Marina

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje (6) a última relação da prestação de contas parcial de candidatos, comitês financeiros e partidos políticos que concorrem às eleições gerais em outubro. Pelos dados, a candidata à Presidência da República do PT, Dilma Rousseff, é a que mais arrecadou, em seguida vem o candidato do PSDB, José […]

Arquivo Publicado em 06/09/2010, às 15h26

None

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje (6) a última relação da prestação de contas parcial de candidatos, comitês financeiros e partidos políticos que concorrem às eleições gerais em outubro. Pelos dados, a candidata à Presidência da República do PT, Dilma Rousseff, é a que mais arrecadou, em seguida vem o candidato do PSDB, José Serra, e a candidata do PV, Marina Silva. A campanha com menor arrecadação e gastos é a do candidato do PRTB, Levy Fidelix, que informou ter receita de R$ 1.000 e nada de despesa.


Todos os nove candidatos à Presidência da República entregaram as informações no prazo determinado pela lei – 3 de setembro. Mas Hamilton Assis, candidato a vice-presidente na chapa de Plínio Sampaio, não encaminhou os dados. O documento final relativo ao assunto será divulgado apenas no dia 2 de novembro – depois das eleições.


De acordo com as informações transmitidas ao TSE, Dilma informou ter recebido R$ 39.554.648,13, em recursos, e utilizado R$ 38.977.357,16. Depois, aparece Serra que informou ter arrecadado um total de R$ 26.047.688,21 e ter utilizado R$ 25.247.696,21. A candidata do PV, Marina Silva, surge em terceiro lugar em valores na arrecadação de campanha. Marina disse ter recebido R$ 12.035.314,58 e gasto 11.781.660,65.


Dos demais seis candidatos à Presidência da República, Plínio Arruda Sampaio, do P-SOL, foi o que declarou ter obtido maior receita e feito mais despesas. Plínio disse ter receita de R$ 46.390,00 e despesa de R$ 43.150,00. Já o candidato do PCB, Ivan Pinheiro, afirmou ter R$ 30.854,33 de receita e R$ 19.864,12 de despesa.


O candidato do PSTU José Maria de Almeida informou ter gasto mais do que recebido. A receita do candidato do PSTU foi de R$ 8.064,98 e a despesa de R$ 23.388,43. O candidato do PSDC, José Maria Eymael, disse ter recebido R$ 5.750,00 e gasto R$ 228,80. Na declaração prestada ao TSE, o candidato do PCO, Rui Costa Pimenta, informou ter R$ 2.325,00 e gasto R$ 2.325,00. Os dados estão armazenados no Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE).


Os candidatos deverão informar ao TSE, em uma próxima etapa, os nomes dos doadores e os respectivos valores repassados por eles. A data limite será até o começo de novembro para os candidatos que concorrerão ao primeiro turno das eleições. Os que disputarem o segundo turno deverão entregar os documentos até 30 de novembro.

Jornal Midiamax