Geral

Delegacia Virtual registra cerca de 55 BO por dia em todo Estado

A Delegacia Virtual, implantada pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, vem aumentado o número de atendimentos. Atuando desde 2006, a Delegacia Virtual, disponível no endereço eletrônico http://devir.pc.ms.gov.br/, registra uma média de 55 ocorrências/dia atualmente. “Em 2006, foram 6.046 ocorrências registradas. Em 2009, 13.344, uma média de 40 por dia. Até fi...

Arquivo Publicado em 15/12/2010, às 13h02

None

A Delegacia Virtual, implantada pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, vem aumentado o número de atendimentos. Atuando desde 2006, a Delegacia Virtual, disponível no endereço eletrônico http://devir.pc.ms.gov.br/, registra uma média de 55 ocorrências/dia atualmente. “Em 2006, foram 6.046 ocorrências registradas. Em 2009, 13.344, uma média de 40 por dia. Até final de 2010, a previsão é chegar em 18 mil ocorrências por dia. Isto revela a participação dos cidadãos nos trabalhos de investigação da polícia. Percebemos a importância da participação da população no combate à ação criminosa”, destacou Adilson. No caso das denúncias, o cidadão pode, se quiser, se identificar ou realizar uma denúncia anônima.

Para maior agilidade e comodidade do cidadão, o governo do Estado vem aumentando os serviços disponíveis na Delegacia Virtual. A Delegacia Virtual oferece, além do B.O. on-line, consulta de desaparecidos, denúncias e lista de procurados, um local para a consulta de veículo e documentos. Com as informações do número da placa, a pessoa pode verificar se há algum registro de Boletim de Ocorrência da Polícia Civil referente ao veículo consultado.

Também em relação ao documento, o link oferece as opções de consultar o registro de Boletim de Ocorrência de números de CPF, RG ou CNH.

De acordo com investigador de Polícia, Adilson Costa, supervisor da Delegacia Virtual, este serviço atenderá com agilidade o cidadão. “Se uma pessoa for comprar um veículo, pode consultar, através do número da placa, se o veículo tem restrições, como furto, roubo, entre outros ilícitos. A mesma coisa com os documentos. Inicialmente, em caráter experimental, estão disponíveis consultas para o RG, CNH e CPF, mas abriremos também para Carteira de Trabalho, cartões de banco, entre outros”, afirmou Adilson.

Adilson frisa que os serviços de consulta de veículo e documentos, que iniciaram em 1º de dezembro, não substituem a emissão de documentos comprobatórios. “O resultado da consulta não supre a emissão de uma certidão negativa ou positiva”, reforça o investigador de Polícia.

Atualmente, a Delegacia Virtual recebe denúncias de violência contra menor, contra mulher, contra idoso, denúncia de pontos de venda de drogas, perturbação social e crimes ambientais, como maus tratos.

“A nossa meta é expandir os serviços e oferecer aos cidadãos segurança e agilidade na prestação dos serviços”, afirmou o supervisor da Delegacia Virtual.

Jornal Midiamax