Geral

Das crianças de 10 a 12 anos, 40% já tomaram bebida alcoólica

Quase 40% das crianças brasileira de 10 a 12 anos matriculadas em escolas particulares consumiram bebida alcoólica ao menos uma vez na vida, segundo levantamento da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), divulgado na quinta-feira (16). Na faixa etária dos 13 aos 15, a ingestão de álcool, pelo menos uma vez, aumenta para 72% […]

Arquivo Publicado em 18/12/2010, às 10h17

None

Quase 40% das crianças brasileira de 10 a 12 anos matriculadas em escolas particulares consumiram bebida alcoólica ao menos uma vez na vida, segundo levantamento da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), divulgado na quinta-feira (16). Na faixa etária dos 13 aos 15, a ingestão de álcool, pelo menos uma vez, aumenta para 72% dos estudantes da rede particular.



Entre 10 e 12 anos, 27,9% das crianças da rede pública experimentaram bebida pelo menos uma vez ante 38,5% dos matriculados em colégios pagos. De 13 a 15, 60,3% dos estudantes da rede pública tinham consumido álcool.


Segundo especialistas, o primeiro contato com a bebida frequentemente ocorre nas festas de fim de ano com a permissão dos pais. “As crianças começam a ingerir bebida alcoólica principalmente nas festas de Natal e Ano Novo, incentivadas pelos pais, como brincadeira”, afirma a psicóloga Alessandra Licco, que se especializa em Saúde Mental de Crianças e Adolescentes pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).


Foram ouvidos 50.890 alunos das 26 capitais brasileiras e do Distrito Federal dos ensinos fundamental e médio, das redes particular e pública.


Correção. O Ministério da Saúde, em nota, corrigiu a informação sobre execução do orçamento do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Drogas. O balanço do Mais Saúde, programa de metas do ministério para 2008-2011, trazia a informação de que o plano havia aplicado o equivalente a 2% do orçamento.


Lançado neste ano, o plano não estava previsto na primeira versão do Mais Saúde. Segundo o ministério, os recursos para programa chegaram só em agosto, dos quais 60% já foram empenhados. A expectativa é de que a totalidade seja repassada para municípios até o fim do mês.

Jornal Midiamax