Geral

Curso de taxidermia, da PMA, começa amanhã em Corumbá

A Polícia Militar Ambiental (PMA) inicia amanhã, 25 de outubro, em Corumbá, um curso de taxidermia de aves. A capacitação tem como objetivo preparar os policiais para aproveitamento de animais atropelados, ou que morrem no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) permitindo a utilização dos animais em oficinas de educação ambiental para discussão de […]

Arquivo Publicado em 24/10/2010, às 18h37

None

A Polícia Militar Ambiental (PMA) inicia amanhã, 25 de outubro, em Corumbá, um curso de taxidermia de aves. A capacitação tem como objetivo preparar os policiais para aproveitamento de animais atropelados, ou que morrem no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) permitindo a utilização dos animais em oficinas de educação ambiental para discussão de problemas relacionados à fauna.

O treinamento acontece em parceria com o Campus do Pantanal, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). As aulas terão início às 08 horas.

Serão, ao todo, 40 participantes de instituições como Polícia Civil, Marinha do Brasil e Policiais Ambientais do Amapá. Os animais empalhados durante a capacitação vão complementar o museu de Educação Ambiental da PMA de Corumbá. Para a UFMS é a oportunidade preparação para os acadêmicos de Biologia na técnica de taxidermia.

O curso será realizado até sexta-feira, dia 30, no laboratório da UFMS de Corumbá. É a segunda capacitação em Taxidermia de Animais Silvestres promovido na cidade. O primeiro, com técnica voltada para aplicação em mamíferos e répteis, aconteceu entre junho e julho deste ano. Espera-se a confecção de cerca de 60 animais silvestres durante todo o curso.

Jornal Midiamax