Geral

Corumbá vacina crianças, grávidas e doentes contra H1N1

Cumprindo o calendário enviado a todo o país pelo Ministério da Saúde, os postos de saúde de Corumbá estão vacinando grávidas, crianças entre 6 meses a 2 anos de idade e doentes crônicos contra a influenza A (H1N1), conhecida também como gripe suína. Ao todo, 9 unidades de saúde da família da Cidade Branca estão […]

Arquivo Publicado em 24/03/2010, às 17h20

None

Cumprindo o calendário enviado a todo o país pelo Ministério da Saúde, os postos de saúde de Corumbá estão vacinando grávidas, crianças entre 6 meses a 2 anos de idade e doentes crônicos contra a influenza A (H1N1), conhecida também como gripe suína. Ao todo, 9 unidades de saúde da família da Cidade Branca estão fazendo a imunização, que é gratuita. A meta, segundo a Secretaria Executiva de Saúde é vacinar quase 7 mil pessoas contra a doença nesta fase da campanha.

A movimentação na USF da Ladeira é intensa nestes primeiros dias. “Uma cunhada me avisou sobre a vacinação e aproveitei uma folguinha para trazer meu filho. Acho importante vacinar logo para evitar que ele fique doente, assim fico bem mais tranquila”, disse a estudante Mauricéia de Campos Gomes que levou o pequeno Thiago de 1 ano e 10 meses para ser imunizado. As unidades de saúde também estão vacinando os menores de 2 anos com a Pneumocícica-10, contra pneumonia, aproveitando que as mães estão procurando os postos para que os filhos recebam a vacina contra H1N1.

Quem tem doença crônica também está sendo imunizado. É o caso de Jeorgina de Arruda. Ela tem doença renal e aproveitou para vacinar a filha e também receber a dose. “Está sendo bem enfatizado nos veículos de comunicação e bem explicado quem vai receber a vacina nessa fase. Como não posso tomar qualquer tipo de remédio, preferi tomar para evitar um mal maior, caso eu contraísse a doença”, comentou a dona de casa. Quem se enquadrar neste grupo deve levar, juntamente com um documento de identificação e carteira de vacinação, um exame ou documento que comprove o tratamento.

Segundo a recomendação do ministério, grávidas em qualquer período de gestação podem receber a vacina. Sandra Aparecida Stefanelli não perdeu tempo e foi se imunizar. “Já estava apreensiva o ano passado porque ainda não existia a vacina. Assim que fiquei sabendo que as gestantes iriam ser vacinadas, vim logo para ficar mais tranquila”, relatou a comerciante que está no sétimo mês de gestação.

De acordo com o responsável pelo núcleo de imunização, Wangley Bento de Campos, a meta desta fase é a imunização de 6.699 pessoas. Quem tem AIDS, doença que se enquadra como doença crônica, pode procurar a Unidade de Saúde João de Britto, onde também existem doses contra a Influenza A. Wangley disse ainda que as vacinas podem ser encontradas na Unidade de Saúde da Ladeira, no bairro Dom Bosco, Gastão de Oliveira, Fernando Moutinho, Vitória Régia, Kadwéus, Nova Corumbá, Dr. Humberto além do João de Brito.

Corumbá tem meta geral de imunização de 45.098 pessoas nas mais diferentes faixas etárias, incluindo adultos saudáveis de 30 a 39 anos. A Prefeitura Municipal através da Secretaria Executiva de Saúde Pública, pretende vacinar 3.026 crianças entre seis meses e menos de dois anos; 18.011 jovens de 20 a 29 anos; 13.840 na faixa etária de 30 a 39 anos; 2.036 gestantes (de 10 a 49 anos); 6.191 idosos de 60 anos em diante.

A terceira fase atenderá adultos de 20 a 29 anos e acontecerá de 05 a 23 de abril. A quarta etapa segue de 24 de abril a 07 de maio e coincidirá com a campanha anual de vacinação contra a gripe comum. Nesse período, os idosos serão imunizados para a influenza sazonal, como ocorre todos os anos. Se tiverem doenças crônicas, receberão também a vacina contra a gripe pandêmica.

As mulheres que engravidarem após o período de vacinação da segunda etapa, deverão procurar um posto de saúde até o fim da campanha e terão sua vacina garantida. Já as crianças de 6 meses a 2 anos incompletos devem receber meia dose da vacina e, depois de 30 dias, tomarão a outra meia dose.

Jornal Midiamax